Redes Sociais



Layout desenvolvido por Renata. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquisar este blog

Postagens populares

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Sobre a escola

Olá queridos, não falei que dessa vez não ia sumir por tanto tempo? rs

Esse é um assunto que quero falar faz tempo, que queria um post dedicado somente à ele.

Já falei algumas coisas sobre a escolinha em outros posts, mas é um acontecimento que tirou a gente do eixo de uma forma tão intensa que merece um post exclusivo rs.

Bom, quando a Sarah nasceu e eu ainda não sabia que lidaria com uma Síndrome rara que atrapalharia seu desenvolvimento normal, eu pensava em colocá-la na escola somente mais tarde, com uns 4 ou 5 anos, não achava necessário colocar antes. Mesmo quando voltei a trabalhar essa previsão se manteve porque quem cuidava dela pra mim era minha mãe, até então não havia necessidade de escola.

Aí descobrimos o problema dela, ela passou a fazer reabilitação e várias vezes eles solicitaram que eu a colocasse na escola, que seria um incentivo legal para o desenvolvimento dela em todos os sentidos. Mas eu resisti, achava cedo demais pra isso, tinha um monte de medos.

Daí que ela começou a fazer terapia na Apae e a exigência da escola se tornou mais veemente, aí eu passei a pesquisar sobre o assunto, a ler nos blogs das mães especiais e a experiência delas sobre a escola, a ler muita coisa nos grupos do facebook que participo, enfim, passei a tentar encontrar experiências que me encorajassem, confesso que algumas me incentivaram e outras me fizeram ter mais medo ainda, mas eu segui em frente e passei a procurar escolas no nosso bairro que pudessem receber a Sarah.

Visitei várias, grandes, médias e pequenas e o resultado inicial foi frustrante, a maioria me recebia com empolgação, me mostravam a estrutura da escola, me falavam sobre uniforme, lanche, valores, mas quando eu mencionava que a Sarah é especial, a cara das pessoas mudava, de um tom amigável para um tom reservado, de quem tem medo do que ouviu. A resposta era uma só: "Não temos estrutura para receber uma criança com necessidades especiais."

Óbvio que eu sei que isso é proibido por lei, mas qual mãe em sã consciência vai obrigar uma escola a receber seu filho quando ouve em alto e bom som que seu filho não é bem vindo alí? Eu não, de forma alguma quero minha filha excluída, ou deixada de canto, recebida apenas porque a lei manda. O coração ficava apertado, as lágrimas vinham na beirada dos olhos, mas eu recolhia meu amor por ela e voltava pra casa, decepcionada, mas segura de estar fazendo a escolha certa.

Quando eu já estava desistindo, visitei uma última escola, com medo, de ser rejeitada de novo, porque a Sarah é parte de mim, saiu da minha barriga, então rejeitá-la é me rejeitar também.

Cheguei, toquei o interfone, mãos geladas, tensa e informei que queria informação sobre matrícula. Fui recebida pela diretora da escola, uma moça mais ou menos da minha idade, muito educada, solícita, me mostrou a escola toda, explicou tudo, aí eu fiz a fatídica revelação: "Bom, minha filha é especial", meu coração disparou, ela olhou pra mim e falou: "Tudo bem, já temos uma criança especial aqui e se você nos der a chance de tentar, eu quero muito que dê certo", minha vontade foi de pular de alegria, enfim, alguém aceitava a minha filha do jeito que ela é!

Conversamos longamente e ficou decidido, a Sarah estudaria ali!

Não foi fácil, fiquei com medo, me senti culpada, tive receio dela não se adaptar, um monte de caraminhola passava na minha cabeça, até que o primeiro dia de aula chegou.

Dei banho, arrumei a bolsinha com roupa, fralda, lenço, pomada e um lanchinho que ela gostava. Peguei no colo, expliquei que estávamos indo para um lugar onde ela ia brincar com coleguinhas novos, ela me olhava sem entender nada e fomos rumo à escola.

Ao chegar lá o que era perfeitamente previsível aconteceu, quando dei ela para a professora ela quase teve um treco de tanto chorar, virei as costas e vim embora pra casa deixando recomendações expressas de me ligarem se algo acontecesse. A escola é muito perto de casa, é um pulo até lá.

Ninguém ligou e ao final da tarde fui buscá-la, ela tinha os olhos inchados de quem tinha chorado a tarde toda, imaginem o meu coração como ficou? Em pedaços, eu me sentia a pior mãe do mundo, pensei em não levá-la no dia seguinte, tive medo da reação do marido, enfim, a cabeça ficou à milhão.

Mas no dia seguinte eu levei e ela chorou de novo, mas menos e assim sucessivamente até que agora ela não quer nem vir embora mais hahahaha.

Se valeu a pena? Não tenho nem palavras...

Desde que a Sarah começou na escola as evoluções têm sido muito mais rápidas, ela desenvolveu melhor a fala, aprendeu a comer muitas coisas sozinha, desenvolveu raciocínio, se relaciona melhor com as pessoas, deixou de ter medo de estar em lugares públicos, ficou mais esperta, sorridente e enfim está aprendendo a andar, tudo no tempo dela, mas com incentivo da escola que faz esse papel muito bem.

Estou satisfeita demais, sei que fiz a escolha certa, ela é muito bem cuidada lá, todo mundo dá muito carinho a ela e a diretora se preocupa demais em ajudar no desenvolvimento, está engajada na Apae, vai em reuniões periódicas, segue as orientações das especialistas de lá, conversamos muito sobre tudo e eu vejo um interesse sincero em fazer dar certo e até agora tem dado, de uma forma muito melhor do que eu esperava.

Hoje foi o último dia de aula desse semestre, agora só em Agosto novamente e o balanço é mais que positivo, não tenho do que reclamar.

É fato que as doenças de criança aumentaram assustadoramente depois que ela começou a estudar e isso perturbou bastante a gente, mas eu também sei que isso é inevitável até que ela desenvolva uma melhor imunidade, eu sei que criança especial tem em geral uma imunidade baixinha e pega tudo que vê pela frente. Ela convivia apenas com a gente aqui em casa, passou a conviver com um monte de criança, então é meio normal pegar bactérias, vírus, fungos e tudo mais, tenho fé que isso vai melhorar kkkk.

Agradeço à toda equipe da escola que eu sei que lê meu blog hahahaha, pelo carinho com a minha pequena, vocês são pessoas muito especiais, muito importantes na vida dela, nunca vou esquecer tudo que é feito por ela todo dia, todo cuidado, todo esforço para que ela evolua, toda a alegria em saber de cada conquista da pequena.

Acertei na escolha, graças a Deus e só tenho a comemorar, porque eu sei que essa relação é difícil, que acertar é difícil, que encontrar quem aceite nossos pequenos especiais e não os coloque de lado é difícil, então eu posso dizer que ganhei na loteria rs.

E é escola normal tá gente? Não precisei procurar escola especial, isso é prova de que quando a escola quer e está disposta a fazer dar certo é possível.

Para encerrar o post, uma foto da minha florzinha em pé na escola pela primeira vez:


Até breve amigos!

7 comentários:

thayane disse...

tem como nao se emocionar?

Lu disse...

Ela é linda e eu sou fa de voces! Deus abençoe.

Camila disse...

Re, Olívia ficou MUITO doente no ano que começou na escola e ela nem é uma criança especial.
Sério, era nós de 15 em 15 dias no antibiotico!!! E ela sempre foi mega saudável!
Esse período de construçao de imunidade é assim mesmo!! Demora, a mãe fica com o coraçao na mão e chega uma hora que até pensa em desistir! Mas uma hora passa! :D

Tatiana Junqueira Blois disse...

Que delícia ter encontrado uma escola tão bacana pra Sarah!
Escolher escola para filho é uma decisão muito difícil e importante, foi super difícil pra mim, faço um pouco de ideia do que foi pra você.
Mas quando temos a certeza que fizemos a escolha certa não tem sensação melhor!
Que bom que ela e você estão gostando e a tendência é só melhorar. Espero que Sarah continue gostando e aproveitando muito a escola!
Aqui por enquanto ainda não sofri com doenças, o máximo que Ellis teve foi resfriado e piolho (hahahahahahaha) mas sei que tive sorte.

Beijos em vcs

Roberta disse...

Se em todos os bairros houvesse escolas com esse olhar... Mal sabem os que se recusam a receber crianças com necessidades especiais que o aprendizado maior é para os educadores.

Parabéns à equipe da escola!!!

DRICA LUTAR POR A FELICIDADE disse...

Parabéns a toda equipe da escola, fico muito Feliz por sua princesa!!!

Cristina e Silvio Galassi disse...

Que linda................que vitória heim!!!!!!!!!!!!!!!!!!! bjokas

Marcadores

síndrome de west (24) desenvolvimento (15) diabetes (6) gravidez (6) novidades (6) atualizações (5) desabafo (5) maternidade (5) atraso no desenvolvimento (4) book gestante (4) consulta pediatra (4) contagem regressiva (4) festa de um ano (4) gravidez e diabetes (4) segundo filho (4) Ano Novo (3) Apae (3) Dia das Mães (3) amamentação (3) chá de bebê (3) criança especial (3) fotografia (3) gripe (3) grávida (3) internação (3) mãe (3) sobre a mamãe (3) 21 semanas (2) 24 semanas de gestação (2) 4 anos (2) 4 meses (2) De Deus um anjo (2) Epilepsia (2) Novo layout (2) Obstetra (2) US morfológica (2) atualidades (2) cardiologista (2) controle glicemia (2) crise de epilepsia (2) demissão (2) escolinha (2) evoluções (2) fotolivro (2) grávida diabética (2) hipoglicemia (2) milagres (2) novo projeto (2) outros assuntos (2) primeira US (2) refluxo (2) selinho (2) sorriso (2) sorteio (2) tipos de parto (2) viagem (2) vivendo e aprendendo (2) volta ao trabalho (2) #protestomaterno (1) 1 ano (1) 11 dias (1) 11 meses (1) 12 dias (1) 12 semanas (1) 14 semanas de gestação (1) 17 semanas (1) 18 semanas (1) 19 semanas (1) 2 anos (1) 2 dias (1) 23 semanas (1) 28 semanas (1) 29 semanas de gravidez (1) 3 anos (1) 3 meses (1) 30 semanas gestação (1) 31 semanas de gestação (1) 33 semanas de gestação (1) 34 semanas (1) 35 semanas (1) 4 dias (1) 6 dias (1) 7 dias (1) 9 meses (1) 9 semanas gestação (1) Alta (1) Blogagem Coletiva (1) Constatações (1) Crianças Especiais (1) Deus (1) H1N1 vacina (1) News (1) O positivo (1) Onze meses (1) Relato de parto (1) Sarah (1) Saudades (1) Special Kids (1) Testado pela Mamãe (1) Theo (1) UTI Neo-natal (1) aborto (1) agradecimentos (1) alimentação (1) amor incondicional (1) assentos reservados (1) boas novas (1) caminhando (1) cesárea (1) cinco meses (1) como tudo começou (1) comprimidos hipoglicemiantes (1) concurso (1) convênio (1) crise gelástica (1) cólicas (1) data do parto (1) decisão sobre o parto (1) decoração (1) depressão (1) dia dos pais (1) diabetes tipo I (1) doencinhas infantis (1) dois meses (1) dor ciático (1) dor na perna esquerda (1) ecocardiograma (1) educação (1) entrevista de emprego (1) entrevista istoé (1) espasmos infantis (1) estresse (1) exames de sangue (1) expectativas (1) falando (1) felicidade (1) fraqueza (1) futuro (1) gentileza (1) gravidez em diabéticas (1) hemoglobina glicada (1) icterícia (1) infecção urinária. exame de toque (1) insulina (1) licença maternidade (1) livro da Sarah (1) luto (1) manifestações (1) medicação (1) milagre (1) nervo ciático (1) não é só por 20 centavos (1) papai Diego (1) papinhas (1) parto normal (1) polêmica da mãe vaca (1) pronto socorro (1) protestos em SP (1) protestos no Brasil (1) rapidinhas (1) refletindo (1) rotina (1) segundo trimestre gestação (1) selinhos (1) sensibilidade (1) sentimentos maternos (1) sexto sentido (1) suco (1) terceiro trimestre (1) tipos de diabetes (1) trabalho (1) ultrassom (1) ultrassom obstétrico (1) um ano (1) um mês (1) vacina (1) É amanhã (1)