Redes Sociais



Layout desenvolvido por Renata. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquisar este blog

Postagens populares

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Blogagem Coletiva: O que eu realmente gostaria de ganhar no Dia das Mães

Oi gente tudo bem com vocês? 

Na semana das mães a Rede Mulher e Mãe (http://blog.mulheremae.com.br/) criou toda uma programação específica para as mães que são ligadas na internet, facebook, twitter e blogueiras. Teve festa nas redes sociais, quando várias mamães conversam sobre um tema específico e trocam opiniões, hoje eu participei da festa no twitter e agora estou aqui participando da blogagem coletiva com o tema: O que eu realmente gostaria de ganhar no Dia das Mães.

Qual seria o presente perfeito de Dia das Mães para mim?

Um mundo melhor, sem discriminação e exclusão social de qualquer tipo!

Aí você vai dizer, que coisa mais clichê!!! Parece slogan de concurso de Miss!

Mas é isso mesmo, o que eu mais gostaria de ganhar de presente é um mundo melhor para minha filha viver.

Na festa no twitter foi falado sobre a pressão que as mães sofrem para serem perfeitas e mesmo sabendo que a perfeição é algo inatingível eu me culpo muito por tudo que aconteceu com a Sarah. Por mais que os médicos me digam que o que ela tem não tem relação com o meu problema de saúde eu às vezes acho que a culpa foi minha. Porque quando eu decidi ser mãe sendo diabética eu assumi um risco, de ter um bebê com algum tipo de problema, aí pensa na cabeça da pessoa quando realmente o bebê tem de fato um problema grave? Eu quase pirei e até hoje tento manter a cabeça no lugar para não surtar de vez com essa possibilidade que eu nunca poderei ter a confirmação.

Nós cuidamos dela com muito carinho, dedicação e procuramos todos os recursos disponíveis e que estão ao nosso alcance para que ela tenha uma vida confortável e toda a evolução possível dentro das suas limitações que eu já aceitei a duras penas que existirão por mais que eu não queira enxergar.

Porém a gente vive num mundo cruel, numa sociedade que não tem piedade e que só pensa no dinheiro e no poder. No mundo que a gente vive hoje só é valorizado aquele que é mais inteligente, mais bonito, mais rico...

E nesse contexto todo onde entram os que tem necessidades especiais? São as pedras no sapato dos grandes e poderosos? Vocês já pensaram nisso?

Eu sim e penso todos os dias, sem parar...

Tenho medo da minha filha ser discriminada na escola, que ela nunca consiga um emprego, que ela não tenha oportunidade de cursar uma faculdade, porque eu não sei de verdade quais sequelas ela terá. Mas de uma coisa eu sei, a nossa sociedade não está preparada para recebê-la com suas limitações.

A gente vive num mundo onde um estudante com Síndrome de Down que entra na faculdade vira notícia, gente isso tem que ser normal, rotineiro. Claro que um fato como esse, o esforço dele, da família dele e de todo mundo que tornou esse sonho possível tem que ser exaltado, mas a gente precisa lutar para que isso seja regra e não excessão.

Eu vivo em corredores onde mães com crianças com os mais variados graus de deficiência esperam horas, em locais apertados, sem ventilação, com seus filhos que muitas vezes usam sondas, aparelhos respiratórios, pelo atendimento médico, por um remédio, um alento, uma esperança.

Eu vivo num mundo onde se espera mais de uma hora por um ônibus adaptado para cadeira de rodas e quando ele chega o motorista simplesmente diz que o aparelho está quebrado por preguiça de parar no ponto e acionar a plataforma para deficientes.

Eu vivo num mundo onde as escolas não tem estrutura acessível, não tem rampas, não tem elevadores.

Mas o que mais dói ainda é viver num mundo onde os pais não ensinam aos seus filhos que ter necessidades especiais não é ser inferior, é ter apenas algumas limitações que com muito amor e carinho são relevadas e não fazem a menor diferença

Eu amo minha filha, acima de tudo na minha vida e ela é incondicionalmente amada por toda família e amigos, ela mudou minha vida, me tornou uma pessoa muito melhor, me faz feliz e realizada mesmo depois de tudo que aconteceu, não é de forma alguma um fardo, uma tristeza é só alegria então a única coisa que me faria a mãe mais feliz do mundo nesse Dia das Mães era um mundo melhor pra ela.

Eu sei que ficou um post meio desabafo e não tão florido como a gente costuma ver, mas é o que eu sinto, é sincero, vem de dentro do coração.

Filha, a mamãe te ama muito, você é a razão do meu viver, minha alegria, meu tesouro, depois de você meus dias nunca mais foram tristes e eu pude conhecer o amor de verdade. Por você eu vou até o fim do mundo, eu luto com toda minha força e tenho toda fé necessária, porque você me fez assim, tão pequena, tão frágil e ao mesmo tempo uma fortaleza, uma guerreira e acima de tudo uma vencedora que desde o nascimento contrariou previsões pessimistas e está aqui conosco a cada dia surpreendendo mais e mais e sei que ainda vai chegar muito mais longe e vai me dar muito orgulho.

Que esse meu desejo "clichê" possa se tornar realidade um dia e hoje ele é meu sonho de presente ideal para o Dia das Mães.

Um beijo em todos vocês meus amigos e fiquem com algumas fotos da minha princesa e digam se não estou certa em mover céus e terra por ela?








Ah e eu sou muito, mas muito coruja e acho a Sarah a coisinha mais fofa desse mundo! rsrsrsrs 

Marcadores

síndrome de west (24) desenvolvimento (15) diabetes (6) gravidez (6) novidades (6) atualizações (5) desabafo (5) maternidade (5) atraso no desenvolvimento (4) book gestante (4) consulta pediatra (4) contagem regressiva (4) festa de um ano (4) gravidez e diabetes (4) segundo filho (4) Ano Novo (3) Apae (3) Dia das Mães (3) amamentação (3) chá de bebê (3) criança especial (3) fotografia (3) gripe (3) grávida (3) internação (3) mãe (3) sobre a mamãe (3) 21 semanas (2) 24 semanas de gestação (2) 4 anos (2) 4 meses (2) De Deus um anjo (2) Epilepsia (2) Novo layout (2) Obstetra (2) US morfológica (2) atualidades (2) cardiologista (2) controle glicemia (2) crise de epilepsia (2) demissão (2) escolinha (2) evoluções (2) fotolivro (2) grávida diabética (2) hipoglicemia (2) milagres (2) novo projeto (2) outros assuntos (2) primeira US (2) refluxo (2) selinho (2) sorriso (2) sorteio (2) tipos de parto (2) viagem (2) vivendo e aprendendo (2) volta ao trabalho (2) #protestomaterno (1) 1 ano (1) 11 dias (1) 11 meses (1) 12 dias (1) 12 semanas (1) 14 semanas de gestação (1) 17 semanas (1) 18 semanas (1) 19 semanas (1) 2 anos (1) 2 dias (1) 23 semanas (1) 28 semanas (1) 29 semanas de gravidez (1) 3 anos (1) 3 meses (1) 30 semanas gestação (1) 31 semanas de gestação (1) 33 semanas de gestação (1) 34 semanas (1) 35 semanas (1) 4 dias (1) 6 dias (1) 7 dias (1) 9 meses (1) 9 semanas gestação (1) Alta (1) Blogagem Coletiva (1) Constatações (1) Crianças Especiais (1) Deus (1) H1N1 vacina (1) News (1) O positivo (1) Onze meses (1) Relato de parto (1) Sarah (1) Saudades (1) Special Kids (1) Testado pela Mamãe (1) Theo (1) UTI Neo-natal (1) aborto (1) agradecimentos (1) alimentação (1) amor incondicional (1) assentos reservados (1) boas novas (1) caminhando (1) cesárea (1) cinco meses (1) como tudo começou (1) comprimidos hipoglicemiantes (1) concurso (1) convênio (1) crise gelástica (1) cólicas (1) data do parto (1) decisão sobre o parto (1) decoração (1) depressão (1) dia dos pais (1) diabetes tipo I (1) doencinhas infantis (1) dois meses (1) dor ciático (1) dor na perna esquerda (1) ecocardiograma (1) educação (1) entrevista de emprego (1) entrevista istoé (1) espasmos infantis (1) estresse (1) exames de sangue (1) expectativas (1) falando (1) felicidade (1) fraqueza (1) futuro (1) gentileza (1) gravidez em diabéticas (1) hemoglobina glicada (1) icterícia (1) infecção urinária. exame de toque (1) insulina (1) licença maternidade (1) livro da Sarah (1) luto (1) manifestações (1) medicação (1) milagre (1) nervo ciático (1) não é só por 20 centavos (1) papai Diego (1) papinhas (1) parto normal (1) polêmica da mãe vaca (1) pronto socorro (1) protestos em SP (1) protestos no Brasil (1) rapidinhas (1) refletindo (1) rotina (1) segundo trimestre gestação (1) selinhos (1) sensibilidade (1) sentimentos maternos (1) sexto sentido (1) suco (1) terceiro trimestre (1) tipos de diabetes (1) trabalho (1) ultrassom (1) ultrassom obstétrico (1) um ano (1) um mês (1) vacina (1) É amanhã (1)