Redes Sociais



Layout desenvolvido por Renata. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquisar este blog

Postagens populares

terça-feira, 28 de junho de 2011

O aniversário de um ano (EDITADO AGORA COM A RETROSPECTIVA)

IMG_0151
Hoje vou falar da festinha de um ano!!!
Posso dizer sem nenhuma dúvida que foi muito mais bonita do que eu esperava.
A decoração ficou linda, o cardápio foi simples mas agradou a todos, a retrospectiva foi emocionante e teve até homenagem dos amigos com direito a música ao vivo e oração antes do parabéns.
Deu muito trabalho, mas valeu totalmente a pena.
Do total de convidados acredito que foram uns 85%, pouca gente faltou e ela ganhou muitos presentes, brinquedos, roupas e acessórios, uma coisa mais linda que a outra, deu pra ver que ela é querida por todos de verdade.
Como vocês poderão ver nas fotos abaixo a decoração foi vermelha e amarela, que são as cores da Minnie Vermelha que escolhemos como tema. Realmente valeu muito a pena alugar os itens de decoração da mesa porque o resultado final ficou super profissional, parecia feito por Buffet. A Claudinha nossa amiga do coração (ela tem um blog chamado Clau Art´s visitem ela faz coisinhas lindas!) nos ajudou com a decoração de balões que ficou maravilhosa!!! Muita gente veio perguntar depois quem a gente contratou porque o serviço ficou profissional mesmo!
DSC01120
Outra coisa que fez muito sucesso foram os docinhos de copinho, a criançada adorou e os adultos acharam super bonitinho e realmente dá um charme todo especial na mesa do bolo, fica muito bonitinho mesmo.
DSC01140
A decoração da mesa de guloseimas foi com fotos que fizemos num estúdio dias antes do aniversário, fiz um varalzinho de barbante e coloquei as fotos com prendedores, ficou super charmoso e todo mundo parava para ficar olhando e comentando as fotos (tirei essa idéia do Niver do Vicente da Débora, amiga idéia show de bola essa sua hein?).
DSC01124
O cardápio da festa foi bem simples, eu quis facilitar bastante também, porque como foi a gente que fez tudo, não dava pra complicar senão ninguém ia curtir a festa, só ia trabalhar, vou descrever abaixo porque se alguém estiver precisando de idéias:
- De entrada servimos batata bolinha temperada e torrada com patê de frango.
- Depois servimos sanduíche de pão de forma com patê de sardinha.
- Após servimos mini cachorro quente com batata palha.
- Após salgados fritos (a gente esquentou no forno antes de servir, porque devolve a crocância e não fica gelado).
- O bolo foi massa branca recheado com doce de leite e paçoca, achei o recheio super diferente foi sugestão da boleira, o orkut dela é esse aqui: Angélica para quem mora em SP e quiser fazer encomendas.
- Os docinhos que servimos com o bolo foram os tradicionais de bolinha (brigadeiro, beijinho, bicho de pé).
- Os sabores de docinhos de copinho foram: brigadeiro de morango, cocada cremosa, brigadeiro comum, beijinho e limãozinho.
- Fizemos uma mesa de guloseimas com pirulitos psicodélicos, árvore de marshmallow, flores de bala de goma, doce de leite, amendoin, paçoca, Maria more, gelatina e etc.
- Para beber apenas refrigerante, não tinha bebida alcoólica.
- Só rolou música infantil, nada de música de adulto e as crianças curtiram muito a festa.
- De centro de mesa (que foram poucas) fiz um vasinho de papelão que comprei pronto com motivos da Minnie e Mickey bebê com flores de bala de goma e bala de coco embrulhada com papelzinho rococó.
- A lembrancinha foi imã de geladeira da Minnie, não deu tempo de fazer nada mais elaborado, realmente foi uma lembrancinhainha mesmo rs.
- Para as crianças eu fiz saquinho de doces (bala, pirulito, guarda-chuvinha e bolinha de chocolate, bombons).
Antes do parabéns eu exibi a retrospectiva e tenho um conselho a todas: ASSISTAM ANTES DE EXIBIR, eu demorei quase um mês pra selecionar fotos, músicas, efeitos, mas finalizei na última hora e não deu tempo de assistir e nas últimas 10 fotos travou e ficou sem final, mas mesmo assim foi linda e o pessoal chorou horrores, durou 13 minutos e eu não achei muito longa não, acho que ficou no tamanho ideal.
Após o final da retrospectiva o pessoal da igreja que freqüento fez uma homenagem com uma oração e a madrinha da Sarah cantou uma música pra ela, nem preciso dizer que quase tive um troço de tanto chorar, foi lindo demais, ainda mais que eu não esperava né?
O momento do parabéns foi lindo, tinha muita gente e as crianças fizeram a maior festa e a Sarah adorou tudo, ficou hiper boazinha, foi no colo de todo mundo sem chorar, tirou fotos lindas.
Fizemos tanta comida com medo de faltar que acabou sobrando demais e todo mundo ainda levou bolo, doce e salgados pra casa.
Posso dizer que a festa foi perfeita, superou minhas expectativas e vai ficar guardada na nossa memória por muito tempo.
Vou fazer também um fotolivro com todas as fotos dela do primeiro ano e assim que finalizar tento postar aqui para vocês verem.
Não é tão difícil organizar festa infantil e dá pra fazer uma festa legal economizando bastante, basta ter coragem e tempo de fazer algumas coisas pra não precisar terceirizar e se você tiver uma família que gosta de ajudar as coisas ficam muito mais fáceis.
Nós temos amigos que são como anjos, que não medem esforços para nos ajudar em todas as circunstâncias, sejam em dia de festa ou em dia de tristeza, estão sempre ao nosso lado e podemos contar com eles a qualquer hora, só posso rezar e pedir a Deus que os abençoe sempre e agradecer por ser tão rica de amor a minha volta e à volta da minha preciosidade.
VALEU MUITO A PENA!!! E mais uma vez aprendi que não se deve falar do que não se conhece, aquela história de que aniversário de um ano é bobagem é papo de quem não tem filho, porque a gente quer muito celebrar com os amigos o primeiro e maravilhoso ano ao lado dos pequenos tão esperados e planejados.
Caso alguém que me visita esteja planejando festinha dos filhos e quiser alguma receita ou dica pode entrar em contato que terei prazer em ajudar.

Aqui a Retrospectiva

DSC01126
DSC01129
DSC01131
DSC01132
DSC01133
IMG_0151
IMG_0154
IMG_0149
IMG_0129
Sobre a festa é isso!
Até breve com mais novidades.
domingo, 26 de junho de 2011

Notícias da pequena

Nova imagem4

Nem tão pequena assim rsrsrs...

Incrível como ela cresceu... Frase batida, acho que toda mãe já disse e vai dizer muito isso ao longo da vida com os filhos.

Não parece que faz mais de um ano que ela nasceu...

Muito menos que já fazem quase dois anos que me descobri grávida...

Acho que é porque foi tudo muito bom, então passou muito rápido. Sinto muitas saudades de tudo que já passou, penso muito sobre ter outro filho e quando tê-lo, mas isso é assunto para outro post.

Neste vou contar a saga da internação. Sim, porque o final pareceu uma novela.

Dormi no hospital a semana toda, bom, tentei dormir né porque ninguém consegue dormir bem em hospital, muito barulho, no quarto tinham mais 3 crianças, aí quando uma chorava acordava as outras, fora enfermeira entrando toda hora pra dar medicação, entregar mamadeira, enfim, uma tristeza.

Acabei faltando três dias no serviço, na segunda-feira (13/06) para fazer a internação dela, na quarta-feira porque eu não agüentei 3 noites sem dormir e tive que ir pra casa descansar um pouco senão ia enlouquecer e na sexta-feira porque só a mãe pode assinar a alta da criança. Gente, eu já tinha ficado noites a fio sem dormir quando ela nasceu, mas parece que ficar lá no hospital foi cem vezes mais cansativo, no último dia da internação eu já não tinha forças pra mais nada, só queria dormir.

E o pior vocês vão saber agora: ELA NÃO FEZ A RESSONÂNCIA!!!

Sério, cinco dias de sofrimento naquele hospital e no final ela não pode fazer a ressonância porque estava tomando antibiótico e o anestesista não autorizou!!! Gente eu fiquei passada quando fiquei sabendo, como ninguém disse que não podia? Ninguém sabia disso? Nem a médica??? Bom, ela disse que não sabia desse impedimento.

Questionamos, tentamos, pedimos e não foi autorizado. Me deu um desespero pensar em uma nova internação e todo aquele martírio novamente (porque uma coisa é estar internado por estar doente e precisando de tratamento, outra é estar bem e ter que ficar num hospital vendo outras pessoas doentes o tempo todo), mas o anestesista se compadeceu da nossa situação e marcou um novo exame para dia 01/07 sem necessidade de internação.

Por um lado foi bom ela ter ficado lá, porque fez mais alguns exames que podem ajudar na investigação e fez um novo eletro que trouxe um resultado muito bom, a atividade cerebral de base está normalizada, ela tem apenas algumas ondas cerebrais com problemas mas é muito pouco em relação ao primeiro eletro, sinal de que o tratamento está dando resultados muito bons.

A equipe completa da neurologia a visitou e pediu que contássemos a história dela para que eles possam debater o caso nas reuniões deles posteriormente.

Apesar de não ter feito a ressonância a internação me trouxe um pouco mais de esperança, já que a médica comentou que é nítida a melhora dela com o tratamento. Ainda tem um déficit grande de desenvolvimento, mas a gente observa que aos poucos ela tem retomado coisas que tinha esquecido.

Recentemente aprendeu a segurar a mamadeira e a tirá-la da boca quando não quer mais, está começando a ter interesse novamente por segurar objetos e brinquedos e também está esquecendo a obsessão pela mãozinha direita. Está emitindo algumas sílabas e está quase conseguindo engatinhar.

O desenvolvimento dela é lento e nós temos que aprender a ter paciência e saber que ela fará as coisas no tempo dela e não no tempo dos outros bebês da mesma idade. Tanto que raramente leio os informativos semanais de desenvolvimento, porque nada bate e eles acabam me deixando depressiva, não adianta comparar o desenvolvimento dela com o padrão da idade, ela será atrasada por um bom tempo.

Mas de nada importa tudo isso quando olho para aquela carinha redonda e rechonchuda e ela abre aquele sorriso lindo com apenas dois dentinhos de baixo, tudo de ruim vira pó, todo cansaço se dissipa e eu só tenho a agradecer a Deus por ter me dado uma filha tão linda (coruuuuuuja rsrsrsrs).

Estou devendo um post sobre o niver dela, o próximo será com certeza, mas queria dar notícias da internação antes.

Um beijo a todas e obrigada pelas orações elas estão surtindo muito efeito em nossas vidas!

terça-feira, 14 de junho de 2011

Internação para realização da ressonância

Oi gente como estão?
Por aqui estamos numa semana corrida demais, pois a Sarah foi internada na segunda-feira para aguardar vaga para realização da ressonância magnética para finalmente termos um melhor direcionamento do seu tratamento.
Fomos notificados na sexta-feira (10/06) que deveríamos interná-la nessa segunda-feira. Foi uma correria tremenda porque no sábado foi o aniversário dela, que quero depois com calma fazer um post decente porque a festa foi linda, muito emocionante e merece um registro muito bem feito com fotos e tudo mais.
Voltando ao assunto da internação...
Ela está bem, a internação é apenas para aguardar o exame. Durante o dia minha mãe fica com ela no hospital e eu saio do trabalho às 18:00 e vou para lá passar a noite com ela.
Essa noite foi bem complicada, porque ela dormiu à tarde e não acordou no início da noite como de costume, dormiu direto e acordou as 2:00 da madrugada e não quis dormir mais, veio dormir novamente 5:00 da manhã, quando eu já tinha que levantar para vir trabalhar hoje. Estou praticamente sem dormir e extremamente cansada por ficar deitada numa poltrona que não inclina totalmente e é muito dura, mas não reclamo pois faremos de graça um exame que particular custaria mais de R$ 2.000,00.
Este exame é fundamental para o diagnóstico final da doença da Sarah, muitas hipóteses já foram levantadas e a gente já ouviu muita coisa, algumas delas inclusive terríveis, já recebemos suspeitas de diagnósticos que reduzem nossas esperanças a nada. Já ouvimos que ela tem epilepsia, síndrome de West, autismo, deficiência visual, auditiva e a última é a suspeita de uma síndrome chamada Rett, já não agüento mais ouvir tanta coisa desencontrada, ela apresenta sintomas confusos e comuns a várias doenças, então somente a ressonância nos dará um norte melhor nesse tratamento.
Ao mesmo tempo que estou feliz pela realização desse exame, fico apreensiva, pois tenho medo do resultado ser ruim demais para suportarmos.
Ela está internada num quarto com mais duas preciosidades, um anjinho de 6 meses com hidrocefalia que foi operada a semana passada e está se recuperando super bem e outro anjinho de 1 ano e meio que tem algumas más formações nos membros inferiores e superiores, portanto gostaria de pedir orações por essas mães e essas crianças também.
Para nós essa semana é de revelações, portanto quem puder e quiser orar por nós, estaremos imensamente abertos a receber todas as energias positivas vindas de todos que nos acompanham.
Desde que me casei essa é a primeira vez que fico tanto tempo longe do Diego, ficaremos a semana toda sem se ver e ele também não verá a Sarah, isso com certeza tem me fragilizado mais ainda, ando chorando por qualquer motivo, fiquei sensível demais com toda essa situação.
Sei que Deus estará a frente guiando as mãos dos médicos que farão esse exame e tenho presenciado os milagres que já foram realizados na vida da Sarah e na nossa vida.
Obrigada a todas as palavras de carinho, fé e esperança que sempre recebo de todas vocês, toda vez que leio os comentários dos posts que faço me emociono demais com as mensagens deixadas, quero que saibam que todas estarão sempre nas minhas orações.
Quando tenho dificuldades de rezar, canto essa canção como forma de oração, espero que gostem dela tanto quanto eu gosto.

Espírito Santo
Fernanda Brum
Espírito Santo, ore por mim
Leve pra Deus tudo aquilo que eu preciso
Espírito Santo, use as palavras
Que eu necessito usar mas não consigo

Me ajude nas minhas fraquezas
Não sei como devo pedir
Espírito Santo, vem interceder por mim
Todas as coisas cooperam pra o bem
Daqueles que amam a Ti
Espírito Santo, vem orar por mim

Estou clamando
Estou pedindo
Só Deus sabe a dor que estou sentindo
Meu coração está ferido
Mas o meu clamor está subindo

Um beijo no coração de todos e fiquem com Deus!
sexta-feira, 3 de junho de 2011

2 meses de muita luta

Oi gente como estão?

Aqui estamos bem, vivendo um dia de cada vez e agradecendo a Deus por proporcionar a vida a cada dia que passa.

Hoje faz dois meses que descobri que a razão da minha vida estava doente.

Há dois meses entrei naquele hospital, num domingo de chuva, muito cedo, chorando sem saber o que ela tinha e saí de lá com um possível diagnóstico assustador a possibilidade de uma doença neurológica grave e incurável (humanamente falando).

Vivi momentos de desespero, vi meu chão sumir debaixo dos pés, vi tudo perder a cor e a razão, pois meu maior tesouro estava sofrendo.

Sempre fui muito mole, muito fraca para certas coisas e surgiu dentro de mim uma força que eu não sabia que existia, fui atrás, larguei tudo sem remorço nem medo para ir em busca de todos os recursos possíveis para vencer essa batalha.

Deus colocou anjos na nossa vida, amigos que largaram suas vidas para nos ajudar, médicos que se interessaram pelo caso dela, me deu forças para acreditar que um dia voltaria a ser feliz.

Foram dois meses de luta, exames, cenas aterrorizantes, agulhas, sedativos, aparelhos e incertezas, mas que me ensinaram tanta coisa…

Passar dias e mais dias na emergência infantil dos hospital das clínicas me tornou mais humana, me ensinou a sentir a dor do outro, a me compadecer dos que sofrem e a não reclamar da minha vida!!!

Lá existem crianças em estado terminal, em estado vegetativo, em cadeiras de rodas, com grandes deformidades, com doenças terríveis e em todos os casos, existem mães que são fortalezas e se dedicam incondicionalmente pela cura dos filhos.

Não posso esquecer de agradecer também à minha mãe, que esteve ao meu lado, me compreendeu, me ajudou, me deu força e não deixou que o desespero me tirasse a vontade de viver. Minha mãe é meu outro tesouro precioso, mãe de verdade, daquela que faz qualquer coisa pelos filhos e agora, pela neta.

Ainda vivo a incerteza da cura, da melhora, do amanhã…

Mas aprendi a ser feliz convivendo com essa doença, aprendi a apreciar um sorriso, um gesto, um carinho, porque cada coisinha que ela faz é difícil pra ela, então temos que valorizar.

Deus tem me sustentado apesar de tudo e os comentários carinhosos e todas as orações tem mantido meu lar em pé e a nossa serenidade para encarar tudo que já passou e ter fé no que há de vir.

As palavras de vocês são como bálsamo no meu ser, curam feridas, dão força e vontade de continuar lutado, muito obrigada e espero poder retribuir a todas uma por uma quando a tempestade passar.

Agora existe a suspeita de Autismo, deficiência auditiva e visual, mas eu ainda tenho fé, ainda acredito que isso são só suspeitas e não vão se confirmar, mas se houver confirmação, vou continuar, vou amar, vou cuidar, porque Deus me deu um tesouro de valor inestimável, um anjinho da asa quebrada que carregarei no colo pra sempre se precisar.

Ainda choro, ainda sofro, ainda me desespero, mas já sei sorrir, já consigo viver com alegria, porque ter problemas na vida, não é ter vida infeliz!!!

O dia do primeiro aniversário está chegado e vamos glorificar a Deus pela vida da Sarah, vamos agradecer, festejar pois apesar de todas as dificuldades foi o melhor ano da minha vida sem sombra de dúvida.

Que Deus nos abençoe, que nos dê força e nos conceda os milagres necessários.

Muito obrigada a todos, saibam que estão sempre em minhas orações.

Até mais!

Marcadores

síndrome de west (24) desenvolvimento (15) diabetes (6) gravidez (6) novidades (6) atualizações (5) desabafo (5) maternidade (5) atraso no desenvolvimento (4) book gestante (4) consulta pediatra (4) contagem regressiva (4) festa de um ano (4) gravidez e diabetes (4) segundo filho (4) Ano Novo (3) Apae (3) Dia das Mães (3) amamentação (3) chá de bebê (3) criança especial (3) fotografia (3) gripe (3) grávida (3) internação (3) mãe (3) sobre a mamãe (3) 21 semanas (2) 24 semanas de gestação (2) 4 anos (2) 4 meses (2) De Deus um anjo (2) Epilepsia (2) Novo layout (2) Obstetra (2) US morfológica (2) atualidades (2) cardiologista (2) controle glicemia (2) crise de epilepsia (2) demissão (2) escolinha (2) evoluções (2) fotolivro (2) grávida diabética (2) hipoglicemia (2) milagres (2) novo projeto (2) outros assuntos (2) primeira US (2) refluxo (2) selinho (2) sorriso (2) sorteio (2) tipos de parto (2) viagem (2) vivendo e aprendendo (2) volta ao trabalho (2) #protestomaterno (1) 1 ano (1) 11 dias (1) 11 meses (1) 12 dias (1) 12 semanas (1) 14 semanas de gestação (1) 17 semanas (1) 18 semanas (1) 19 semanas (1) 2 anos (1) 2 dias (1) 23 semanas (1) 28 semanas (1) 29 semanas de gravidez (1) 3 anos (1) 3 meses (1) 30 semanas gestação (1) 31 semanas de gestação (1) 33 semanas de gestação (1) 34 semanas (1) 35 semanas (1) 4 dias (1) 6 dias (1) 7 dias (1) 9 meses (1) 9 semanas gestação (1) Alta (1) Blogagem Coletiva (1) Constatações (1) Crianças Especiais (1) Deus (1) H1N1 vacina (1) News (1) O positivo (1) Onze meses (1) Relato de parto (1) Sarah (1) Saudades (1) Special Kids (1) Testado pela Mamãe (1) Theo (1) UTI Neo-natal (1) aborto (1) agradecimentos (1) alimentação (1) amor incondicional (1) assentos reservados (1) boas novas (1) caminhando (1) cesárea (1) cinco meses (1) como tudo começou (1) comprimidos hipoglicemiantes (1) concurso (1) convênio (1) crise gelástica (1) cólicas (1) data do parto (1) decisão sobre o parto (1) decoração (1) depressão (1) dia dos pais (1) diabetes tipo I (1) doencinhas infantis (1) dois meses (1) dor ciático (1) dor na perna esquerda (1) ecocardiograma (1) educação (1) entrevista de emprego (1) entrevista istoé (1) espasmos infantis (1) estresse (1) exames de sangue (1) expectativas (1) falando (1) felicidade (1) fraqueza (1) futuro (1) gentileza (1) gravidez em diabéticas (1) hemoglobina glicada (1) icterícia (1) infecção urinária. exame de toque (1) insulina (1) licença maternidade (1) livro da Sarah (1) luto (1) manifestações (1) medicação (1) milagre (1) nervo ciático (1) não é só por 20 centavos (1) papai Diego (1) papinhas (1) parto normal (1) polêmica da mãe vaca (1) pronto socorro (1) protestos em SP (1) protestos no Brasil (1) rapidinhas (1) refletindo (1) rotina (1) segundo trimestre gestação (1) selinhos (1) sensibilidade (1) sentimentos maternos (1) sexto sentido (1) suco (1) terceiro trimestre (1) tipos de diabetes (1) trabalho (1) ultrassom (1) ultrassom obstétrico (1) um ano (1) um mês (1) vacina (1) É amanhã (1)