Redes Sociais



Layout desenvolvido por Renata. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquisar este blog

Postagens populares

domingo, 16 de outubro de 2011

Vaidade, prudência e maturidade

DSC_ 128-1

Mamis atualmente, porque afinal precisa dar um tapa de vez em quando né?

 

Já falei no post anterior sobre esse assunto aqui no blog, sobre o peso, como fica o corpo, os primeiros dias, etc.

Mas esse assunto é tão complexo e polêmico que daria zilhões de posts sobre o tema.

No meu caso, antes de engravidar eu tinha um nível de vaidade normal, digo normal porque não era obcecada por isso, mas não me permitia sair de casa sem alguns cuidados básicos. Adorava comprar roupas, sapatos, acessórios (qual mulher não gosta?) e gastava boa parte do meu salário com isso, cheguei muitas vezes a comprar coisas por impulso e nunca usar. Era fácil pra mim manter o cabelo sempre escovado, unhas sempre feitas, usar sempre roupas novas e até mesmo comprar coisas de acordo com a estação.

Depois que a Sarah nasceu eu fui OBRIGADA a mudar de atitude.

Ninguém imagina como um bebê pequeno ocupa o dia de uma mãe, é absurdo, eu não fazia a menor idéia antes e pode ter certeza, você que ainda não tem filhos também não faz.

Nos primeiros dias é impossível dar atenção à aparência, você escova os dentes, amarra o cabelo, troca de roupa apenas porque com certeza receberá visitas e não pode descuidar da higiene básica.

Banho eu tomava de madrugada quando a Sarah dormia, porque durante o dia eu não podia deixar ela sozinha e quando o Diego chegava estava cansado e muitas vezes dormia e eu ficava insegura em deixá-la acordada sozinha no berço sem ninguém observado.

As roupas antigas não serviam e eu não tinha a menor vontade de sair com as roupas de grávida, então quase não saía de casa e também não queria comprar roupas grandes porque sabia que iam ficar perdidas logo e o fato de querer entrar nas calças antigas me incentivava a emagrecer. Perder peso não foi uma grande dificuldade, mas todas nós sabemos que o corpo se transforma completamente, as formas mudam, a textura da pele e muitas vezes roupas que adorávamos não poderão mais ser usadas.

Aí já entra também o lance de saber qual tipo de roupa fica bem em você, saber que não é qualquer estampa, acessório, cor que ficará bem numa mulher que agora é mãe, coisas com ar de menininha devem ser abandonadas de vez pra não correr o risco de ficar sem propósito em você.

Sair vira um trabalho de logística imenso, tem que ter um planejamento prévio e muitas vezes você esquece de reservar um tempo para se arrumar, aí veste qualquer roupa, um tênis, penteia o cabelo de qualquer jeito, não faz nem uma maquiagem e sai, feliz da vida porque seu filho está lindo de viver naquela roupinha nova que você comprou.

Verdade que durante muito tempo isso não me incomodou nem um pouco, mas conforme o tempo foi passando e a Sarah crescendo, fui notando que estava desleixada demais e que aquilo não combinava comigo. Venci o remorso de deixá-la com a avó para ir ao salão de beleza e fui, pintei cabelo, fiz progressiva (não estava mais amamentando!), fiz unha e me senti mulher denovo e agora com um adjetivo a mais: EU TAMBÉM ERA MÃE.

E desde então tenho me esforçado para manter minha aparência em dia, sem excessos e quando não dá, não me estresso.

E percebo também que perdi aquela compulsão por compras, atualmente compro só o necessário, não tenho milhares de roupas novas no armário, mas aprendi a usar melhor as que tenho, a fazer diferentes combinações e confesso que estou adorando essa nova fase mais consciente.

Sei que todo mês tenho que comprar fraldas, leite, lenços, itens de higiene e roupa para a Sarah porque criança cresce muito rápido e perde tudo em questão de dias, então não posso me dar o luxo de gastar com supérfluos. O Diego é super carinhoso comigo e sempre me traz algum presentinho, uma bijou, uma maquiagem, coisas que eu adoro e ele sabe do meu gosto.

Hoje penso muito na minha família antes de tomar qualquer decisão financeira, não cometo loucuras, penso e planejo nosso futuro, afinal é minha obrigação dar o melhor para minha filha.

Ainda amo ser elogiada, ouvir que estou bonita, ganhar um presente, me dar um presente de vez em quando, mas hoje com muito mais consciência e prudência que antes.

Essa é uma das melhores coisas que a maternidade me trouxe, maturidade, prudência e tranqüilidade a respeito de bens materiais, afinal que bem mais precioso uma mãe tem além dos seus filhos?

E você cara leitora, como está lidando atualmente com essa questão?

Um beijo e até breve!

1 comentários:

cristina disse...

Nossa Renata voce ficou lindissima!!!!!!!!!!!!!!!!!!!amei de paixão..............bjokas

Marcadores

síndrome de west (24) desenvolvimento (15) diabetes (6) gravidez (6) novidades (6) atualizações (5) desabafo (5) maternidade (5) atraso no desenvolvimento (4) book gestante (4) consulta pediatra (4) contagem regressiva (4) festa de um ano (4) gravidez e diabetes (4) segundo filho (4) Ano Novo (3) Apae (3) Dia das Mães (3) amamentação (3) chá de bebê (3) criança especial (3) fotografia (3) gripe (3) grávida (3) internação (3) mãe (3) sobre a mamãe (3) 21 semanas (2) 24 semanas de gestação (2) 4 anos (2) 4 meses (2) De Deus um anjo (2) Epilepsia (2) Novo layout (2) Obstetra (2) US morfológica (2) atualidades (2) cardiologista (2) controle glicemia (2) crise de epilepsia (2) demissão (2) escolinha (2) evoluções (2) fotolivro (2) grávida diabética (2) hipoglicemia (2) milagres (2) novo projeto (2) outros assuntos (2) primeira US (2) refluxo (2) selinho (2) sorriso (2) sorteio (2) tipos de parto (2) viagem (2) vivendo e aprendendo (2) volta ao trabalho (2) #protestomaterno (1) 1 ano (1) 11 dias (1) 11 meses (1) 12 dias (1) 12 semanas (1) 14 semanas de gestação (1) 17 semanas (1) 18 semanas (1) 19 semanas (1) 2 anos (1) 2 dias (1) 23 semanas (1) 28 semanas (1) 29 semanas de gravidez (1) 3 anos (1) 3 meses (1) 30 semanas gestação (1) 31 semanas de gestação (1) 33 semanas de gestação (1) 34 semanas (1) 35 semanas (1) 4 dias (1) 6 dias (1) 7 dias (1) 9 meses (1) 9 semanas gestação (1) Alta (1) Blogagem Coletiva (1) Constatações (1) Crianças Especiais (1) Deus (1) H1N1 vacina (1) News (1) O positivo (1) Onze meses (1) Relato de parto (1) Sarah (1) Saudades (1) Special Kids (1) Testado pela Mamãe (1) Theo (1) UTI Neo-natal (1) aborto (1) agradecimentos (1) alimentação (1) amor incondicional (1) assentos reservados (1) boas novas (1) caminhando (1) cesárea (1) cinco meses (1) como tudo começou (1) comprimidos hipoglicemiantes (1) concurso (1) convênio (1) crise gelástica (1) cólicas (1) data do parto (1) decisão sobre o parto (1) decoração (1) depressão (1) dia dos pais (1) diabetes tipo I (1) doencinhas infantis (1) dois meses (1) dor ciático (1) dor na perna esquerda (1) ecocardiograma (1) educação (1) entrevista de emprego (1) entrevista istoé (1) espasmos infantis (1) estresse (1) exames de sangue (1) expectativas (1) falando (1) felicidade (1) fraqueza (1) futuro (1) gentileza (1) gravidez em diabéticas (1) hemoglobina glicada (1) icterícia (1) infecção urinária. exame de toque (1) insulina (1) licença maternidade (1) livro da Sarah (1) luto (1) manifestações (1) medicação (1) milagre (1) nervo ciático (1) não é só por 20 centavos (1) papai Diego (1) papinhas (1) parto normal (1) polêmica da mãe vaca (1) pronto socorro (1) protestos em SP (1) protestos no Brasil (1) rapidinhas (1) refletindo (1) rotina (1) segundo trimestre gestação (1) selinhos (1) sensibilidade (1) sentimentos maternos (1) sexto sentido (1) suco (1) terceiro trimestre (1) tipos de diabetes (1) trabalho (1) ultrassom (1) ultrassom obstétrico (1) um ano (1) um mês (1) vacina (1) É amanhã (1)