Redes Sociais



Layout desenvolvido por Renata. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquisar este blog

Postagens populares

domingo, 17 de abril de 2011

O choro pode durar uma noite…


DSC00516
Senhor cuida do meu tesourinho.
IMG_0580
Cuida do meu bem mais precioso.
14122010016
Cuida da minha alegria de viver.
CRW_0071 
Te entrego ela nas tuas mãos.
E é me apegando a isso que tento continuar minha vida…
Mas está difícil, há momentos que o desespero toma conta, que a tristeza me abate e me faz pensar um monte de besteira.
Confesso aqui que quando casei não pensava em ter filhos. Tinha medo de ser mãe, medo de não conseguir, medo de não ser boa nisso, medo de perder minha liberdade, medo de passar noites inteiras acordada, medo de ter que me dedicar exclusivamente a um bebê e não ter tempo de pensar só em mim, num pensamento egoísta e egocêntrico, típico de uma pessoa que só sabia olhar para o próprio umbigo.
Várias vezes fiquei brava com pessoas que tinham filhos, porque elas faltavam no serviço diversas vezes porque os pequenos ficavam doentes, eu achava que tinham que mandar qualquer um levar ao médico e ir trabalhar, afinal, ninguém pode parar a vida porque uma criança adoeceu.
Nunca tive muita paciência com criança, me estressava o choro, as manhas, os gritos… Me dava urticária aquelas crianças que dão show no supermercado…
E sabe o porque disso?
Porque eu não conhecia o amor! Eu não conhecia a forma mais doce, sublime e sincera de se amar. O amor sem medida e sem pedir nada em troca.
Aquele amor que a gente sente e não sabe como conseguiu viver sem até então.
Hoje sou nova pessoa graças a Sarah. Vejo a vida com outros olhos.
Tenho mais paciência e serenidade apesar do momento terrível que venho passando. Tenho mais fé, mais esperança, mais compaixão das pessoas.
Hoje entendo que PAIS DE VERDADE fazem QUALQUER sacrifício pelos filhos, pois não enxergam nada de mais importante do que as crias.
Hoje eu entendo o que as pessoas dizem, que quando nos tornamos mães viramos leoas prontas para atacar quem quiser fazer qualquer mal ao nosso filhote. Me sinto assim hoje, capaz de passar por cima de qualquer coisa em nome da minha pequena.
Ela está sofrendo, mais do que todos nós, porque a enfermidade está no corpo dela, mas eu estou sofrendo como nunca na minha vida, antes de ser mãe, eu achava que tinha passado por grandes sofrimentos, mas nenhum se compara a esse, tudo que eu passei parece besteira hoje.
Estou precisando tomar decisões importantes, que podem mudar minha vida pra sempre, estou precisando tomar decisões que podem trazer sérias consequências mais tarde, mas sabe o que mais me importa?
MINHA FILHA, EM PRIMEIRO LUGAR E ANTES DE QUALQUER OUTRA COISA!!!
Antes de dinheiro, estabilidade, benefícios, reconhecimento profissional, antes de qualquer outra coisa mesmo. Sua saúde e seu bem estar estão no topo da minha lista nesse momento.
Muita gente não me entende, gente da minha própria família me condena pelas minhas decisões, mas eu largo qualquer coisa em nome da minha filha, do meu tesouro, da minha razão de viver…
É por isso que tomei a decisão de largar o meu emprego.
Minha sanidade mental estava chegando a zero…
Pressão demais para uma cabeça só!
Pressionada por ter que ir trabalhar para ter um salário e ter alguns benefícios.
Pressionada por ter que deixar ela doente com a minha mãe e sobrecarregar ela que não é mãe da Sarah e nem tem obrigação de fazer o que faz, mas faz por amor a mim e por amor a neta.
Pressionada por ter que trabalhar num setor sendo pressionada o tempo todo (sou auditora, não posso errar, não posso me desconcentrar um minuto nos programas que desenvolvo) e me sentindo mal por faltar para ir ao médico com ela, tendo que ficar me justificando o tempo todo.
Só que na verdade a única coisa que eu quero é estar com ela nesse momento que está precisando de mim, cumprir minha obrigação de mãe, segurar no colo, acompanhar no médico, questionar, participar da sua reabilitação, é só isso que eu quero nesse momento.
Não quero ter que me preocupar com trabalho, chefe, horários, prazos de entrega…
Quero me preocupar com o anjo que Deus me entregou para cuidar, zelar e prestar contas a ele depois pelo talento que me deu, se eu o enterrei ou se eu o fiz crescer e se multiplicar.
Não quero pensar em mais nada…
Quero pensar apenas no meu bem mais precioso, na minha jóia rara, na pessoa que mais amo nesse mundo.
Posso estar errada para algumas pessoas, mas dentro do meu coração encontrei a paz e isso não tem preço.
O choro pode durar uma noite…
Mas a alegria vem ao amanhecer!
Estou chorando ainda, mas pedindo a Deus todo dia para ver o raiar da luz.

Escrever me acalma... Me faz sentir melhor, colocar pra fora tudo que não consigo colocar falando porque choro e não consigo conversar sobre o assunto. Por isso postar com frequência tem me ajudado a encontrar forças para seguir confiando, sem contar que o carinho que recebo nos comentários me dão ânimo para lutar!

13 comentários:

Pandora disse...

Toda mãe, mãe de verdade, é uma heroina... Nunca conheci um amor maior que o amor de Mãe!!! Que Deus te abençoe, eu acredito que ele sempre está no controle de tudo, então continue firme e Deus te abençoe!

Clau Arts disse...

Olá Renata!!!
É difícil ler tudo isso sem chorar...
Eu tenho certeza que a decisão que você tomou veio de Deus é esta é a correta.
A pessoa mais importante neste momento é a Sarah, ela que está precisando de atenção, cuidados, etc...
Renata, nós não temos muito, mas o que for preciso fazer para ajudar nós vamos fazer...
Sempre compartilhe as suas dores e alegrias!!!

Acredite que apesar das dores Deus está com vocês!!!

Beijinhos
Cláudia

UM SONHO...UM FILHO disse...

Com certeza, compartilhamos com vc sua dor e sua angústia. eu entendo o que quer dizer.. tb abandounei tudo ( trabalho, mestrado...) pra cuidar do meu filho quando ele nasceu prematuro. não me arrependo nem um minuto. Por mais que gostaria de ter continuado minha profissão, ver meu filho grande, saudável e inteligente me faz sentir que tudo valeu MUITO a pena. Segue junto com a Sarah, pois o amor de mãe fortalece!Fique com Deus

Rosangela disse...

Eu como mãe também faria o mesmo , é dificil deixar nossos filhos nessas horas cuida da Sarah que com certeza ela vem em primeiro lugar.Bjs estamos em oração

Confissões de uma mãe de primeira viagem disse...

Nossa Rê, li todos seus post que tinha perdido e fico com o coração na mão quando te vejo falando assim. Não vivo essa situação, mas sei como deve ser a pressão de ter que dar conta do trabalho, mas com a cabeça e a mente o tempo todo na sua filha.
E não imagino o sofrimento que deva ser ter que deixar de acompanhar as consultas da Sarinha...mas siga seu coração, se neste momento seu coração diz para você largar tudo em prol da Sarah, esta é a escolha mais acertada!!
Não ligue o que as pessoas irão comentar ou falar, eu mesma deixei de trabalhar para ficar com Bryan, me dedicar a ele,acompanhar seu crescimento, seu desenvolvimento, e também porque eu não teria com quem deixar, minha mãe é contra ficar com neto e ela falou que jamais ficaria com Bryan o dia todo, então eu senti que não é o momento ainda de deixá-lo em uma creche, passamos aperto sim,pois é só o salário do marido, mas cada vez que vejo como somos ligados, ele me chamando de mamãe, me abraçando, percebo que fiz o melhor, nem ligo para luxos, brinquedos caros da fisher price e roupinhas de marca que eu poderia comprar trabalhando, um dia ele não irá lembrar de nada disso, mas lembrará da minha companhia em casa!!
Bjos e que a Sarah melhore logo e que tudo isso passe, pois pra Deus não há impossiveis...

Carla Mãe da Maria Clara disse...

Entendo o que vc escreveu e está passando. Eu trabalhava na minha cidade anterior e mal ficava com a Maria Clara. Graças a Deus ela não adoeceu muito, teve coisas normais de criança. Desde q vim pra BH, tive uma oportunidade de voltar a trabalhar e acho que este momento q estou vivendo está sendo maravilhoso. É claro que tem o lado ruim e é claro que tem gente que fica falando no nosso ouvido: Vc é louca de largar o serviço. Tá escasso, etc... Mas eu lhe digo: Ouça seu coração. A área que vc trabalhava sempre vai ter vaga. Se vc tem a oportunidade de ficar em casa com ela, aproveite e curta bem sua pequenininha. A gente sangra de saudade e preocupação...
Ouça seu coração. Eu penso em voltar a trabalhar ano que vem qdo a Maria Clara estiver com 3 aninhos, mas ainda são planos. Vamos ver qdo chegar lá.
Bjs pra vcs.

Camila disse...

Re, acho que você está certa! Você precisa de muita paz de espírito pra enfrentar essa situação e nada melhor do que ficar ao lado da Sarah pra conseguir isso!
Dane-se o que os outros pensam! O importante é você e sua filha!
Estou torcendo por vcs!

Lê Castro disse...

Vc fez bem amiga...não ia conseguir se entregar por inteira nesse emprego e ia acabar escondendo a boa profissional que vc deve ser.
Com certeza essa nuvenzinha vai passar rápido e o sol vai aparecer lindo e brilhante! Bjo pra vcs!

Cintia Teles disse...

Vc está tomando a decisão certa!
Não se culpe sua filha vem em primeiro lugar e deixe que Deus irá suprir todas as outra coisas não irá faltar nada pq Deus é o Deus da provisão e dono do ouro e da prata vcs são filhos do REI DOS REIS.
Tente acalmar seu coraçãozinho saiba que tudo está no controle daquele que tem o domínio nas mãos o que Deus faz hoje amanhã vc irá entender se agarre em Jesus Cristo ele vai tirar vcs dessa angústia a Sarah está protegida pelo médico dos médicos que é JESUS. e nada vai acontecer sem a permissão dele confie e verás a glória de Deus bjus estamos aki se precisar boa semana

Fabrica dos princípes e princesa! disse...

Vc está certissima, louco e certamente leigo no quesito amor de mãe aquele que ir contra a sua decisão...Tudo bem que dinheiro ajuda, mas para a Sarah o que será de extrema importancia será vc ao lado dela...Eu no seu lugar não consegueria ir nenhum dia, vc foi forte, tentou, mas tenha certeza q escolheu o melhor caminho, nada melhor q amor de mãe pra enfrentar qualquer obstaculo que na vida surgir. Deus abençoe vcs para que esse $$$ que entraria não faça falta. Fiquem com Deus...

Beijos

Josiane Torres disse...

Amiga, vc e sua sarinha já são uma vencedora! Nunca perca a sua fé!
Vc fez a coisa certa, fez o que seu coração pediu, também não aquentaria trabalhar assim. Cuida da sua filhota, ela precisa de vc agora! Continuo orando por ela!
Bjus!!!

cristina disse...

Renata conversei com sua mãe hoje pela manhã e ela me colocou a par da situação da Sarah, e também acho que tomou a decisão mais sensata como mãe.........e mãe é assim mesmo principalmente quando eles estão nessa idade em que dependem de tudo, e nessa fase então em que ainda não sabem expressar com palavras o que estão sentindo, fica pior ainda para a gente. Apesar de tudo Renata não perca a esperança jamais e não esqueça de cuidar também de voce, estou te achando um tanto magra e isso também me preocupa muito voce bem sabe!!!!!!!!!!!! gosto muito de voce e me preocupo com sua saúde, e conte conosco..........bjokas no coração e fique com Deus.

LUCILENE disse...

Oi Renata......vc precisa mesmo colocar pra fora e eu adorei o seu desabafo, pois só quem é mãe sabe do que vc está dizendo......fique tranquila e confiante, pois todo o restante Deus fará por ti como tb suprir as suas necessidades, neste momento difícil só vc sabe o que é melhor para a Sarah........não se importe com os comentários das pessoas, elas não sabem o que dizem.....continuo orando por vcs e pedindo para todos fazerem o mesmo.........beijos.

Marcadores

síndrome de west (24) desenvolvimento (15) diabetes (6) gravidez (6) novidades (6) atualizações (5) desabafo (5) maternidade (5) atraso no desenvolvimento (4) book gestante (4) consulta pediatra (4) contagem regressiva (4) festa de um ano (4) gravidez e diabetes (4) segundo filho (4) Ano Novo (3) Apae (3) Dia das Mães (3) amamentação (3) chá de bebê (3) criança especial (3) fotografia (3) gripe (3) grávida (3) internação (3) mãe (3) sobre a mamãe (3) 21 semanas (2) 24 semanas de gestação (2) 4 anos (2) 4 meses (2) De Deus um anjo (2) Epilepsia (2) Novo layout (2) Obstetra (2) US morfológica (2) atualidades (2) cardiologista (2) controle glicemia (2) crise de epilepsia (2) demissão (2) escolinha (2) evoluções (2) fotolivro (2) grávida diabética (2) hipoglicemia (2) milagres (2) novo projeto (2) outros assuntos (2) primeira US (2) refluxo (2) selinho (2) sorriso (2) sorteio (2) tipos de parto (2) viagem (2) vivendo e aprendendo (2) volta ao trabalho (2) #protestomaterno (1) 1 ano (1) 11 dias (1) 11 meses (1) 12 dias (1) 12 semanas (1) 14 semanas de gestação (1) 17 semanas (1) 18 semanas (1) 19 semanas (1) 2 anos (1) 2 dias (1) 23 semanas (1) 28 semanas (1) 29 semanas de gravidez (1) 3 anos (1) 3 meses (1) 30 semanas gestação (1) 31 semanas de gestação (1) 33 semanas de gestação (1) 34 semanas (1) 35 semanas (1) 4 dias (1) 6 dias (1) 7 dias (1) 9 meses (1) 9 semanas gestação (1) Alta (1) Blogagem Coletiva (1) Constatações (1) Crianças Especiais (1) Deus (1) H1N1 vacina (1) News (1) O positivo (1) Onze meses (1) Relato de parto (1) Sarah (1) Saudades (1) Special Kids (1) Testado pela Mamãe (1) Theo (1) UTI Neo-natal (1) aborto (1) agradecimentos (1) alimentação (1) amor incondicional (1) assentos reservados (1) boas novas (1) caminhando (1) cesárea (1) cinco meses (1) como tudo começou (1) comprimidos hipoglicemiantes (1) concurso (1) convênio (1) crise gelástica (1) cólicas (1) data do parto (1) decisão sobre o parto (1) decoração (1) depressão (1) dia dos pais (1) diabetes tipo I (1) doencinhas infantis (1) dois meses (1) dor ciático (1) dor na perna esquerda (1) ecocardiograma (1) educação (1) entrevista de emprego (1) entrevista istoé (1) espasmos infantis (1) estresse (1) exames de sangue (1) expectativas (1) falando (1) felicidade (1) fraqueza (1) futuro (1) gentileza (1) gravidez em diabéticas (1) hemoglobina glicada (1) icterícia (1) infecção urinária. exame de toque (1) insulina (1) licença maternidade (1) livro da Sarah (1) luto (1) manifestações (1) medicação (1) milagre (1) nervo ciático (1) não é só por 20 centavos (1) papai Diego (1) papinhas (1) parto normal (1) polêmica da mãe vaca (1) pronto socorro (1) protestos em SP (1) protestos no Brasil (1) rapidinhas (1) refletindo (1) rotina (1) segundo trimestre gestação (1) selinhos (1) sensibilidade (1) sentimentos maternos (1) sexto sentido (1) suco (1) terceiro trimestre (1) tipos de diabetes (1) trabalho (1) ultrassom (1) ultrassom obstétrico (1) um ano (1) um mês (1) vacina (1) É amanhã (1)