Redes Sociais



Layout desenvolvido por Renata. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquisar este blog

Postagens populares

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Nunca coloque no mesmo quarto de hospital mamães que estão sem os filhos nos braços e mamães com os filhos!

IMG_0814
Outro assunto que queria falar há muito tempo.
Existem hospitais e maternindades humanizados, que se preocupam com o bem estar das mães e dos bebês, mas o hospital que ganhei a Sarah parece não se preocupar com isso nem um pouco.
Porque digo isso?
Porque ganhei a Sarah, ela foi para a UTI e me mandaram para um quarto onde mães ficavam com seus filhos recém-nascidos.
Todos sabem que nós mães ficamos super sensíveis ao parir devido aos hormônios e as bruscas mudanças no corpo que vem junto com a maternidade.
Eu já estava sentindo uma dor terrível de ter minha filha longe de mim e a dúvida sobre sua recuperação, era terrível para mim conviver com as mães que cuidavam dos seus bebês ao meu lado.
As visitas que vinham conhecer o bebê traziam presentes, flores, tiravam fotos com o bebê… e eu olhava e pensava na minha pequena.
As minhas visitas não puderam conhecer a Sarah e de quebra eu tinha que ficar explicando para as visitas das outras mulheres o que tinha acontecido com ela.
O absurdo maior eram as enfermeiras que perguntavam onde estava a minha bebê.
E o choro dos bebês nos outros quartos? Era torturante…
Várias vezes me tranquei no banheiro para chorar. Tudo que eu não queria ver eram bebês, porque eu não podia estar com a minha nos braços.
Não é egoísmo, meu coração estava partido… Vocês que são mães fazem idéia do que eu estou falando.
Eu acho que mães nessas condições devem ser levadas a quartos onde não estejam as mães que ficam junto com os bebês, isso só faz a gente ficar mais deprimida e sofrer mais.
Bom, acho que vocês viram que nos últimos posts eu falei sobre o que aconteceu naquele período da minha vida em que sofri tanto.
Precisava desse desabafo, precisava contar essas histórias para encerrar esses ciclos que ainda estavam entreabertos.
Prometo não falar mais desses assuntos chatos, os próximos posts falarão dos preparativos para a festa da minha pequena.
Bjus amores!!!

4 comentários:

Marina Queiroz disse...

REnata
Concordo muito com você. Não passei pela sua experiência, mas minha irmã passou parecido. Ela teve o bebê junto dela, mas ficou em enfermaria onde outras mães não podiam ter seus bebês por perto. E nesse caso, ela que ficou deprimida pela situação.
Além de deprimida, com medo de que ao se ausentar para ir ao banheiro, por exemplo, alguém pudesse sumir com a sua bebbê.
Os hospitais deveriam mesmo se preocupar com isso.
Beijão

Nat disse...

Nossa Rê,
lendo seu post eu imaginei na minah cabeça o que vc passou! Deve ter sido péssimo! Além da preocupação com a Sarinha, ter que ficar afastada e com tudo envolta lembrando isso!
O pior foram as enfermeiras, né? Fala sério...
beijos

disse...

O problema é que tudo isso fica gravado na nossa cabeça né?O dia que ganhamos bebê é um dos dias que as lembranças não se perdem...lembramos dos mínimos detalhes.

Tb acho que os hospitais deveriam pensar mais nessa parte psicológica das parturientes. Dividir as mulheres de uma forma mais humanizada nos quartos.Eu fiquei em um quarto, "sozinha", mas no andar em que eu fiquei tinham muitas mulheres que ganharam bebês, então tinhamos até que bastante contato.

As enfermeiras são fogo né?Ai meu Deus, perguntando cadê sua neném?
As do hospital que eu ganhei da Clarinha eram ótimas, mas eu escutei uma pérola que até hoje ficou engasgada.

[Eu estava com MUUIIITTAA fome, chamei a enfermeira e ninguém vinha, faziam 18h que eu estava sem comer.Ai eu resolvi ir por conta própria (recém operada) lá no quiosque delas.
Eu disse que estava com fome, que tinham esquecido de mim não era possível rs.
Uma enfermeira respondeu, estamos com duas moças que tiveram PARTO NORMAL agorinha, nos desculpe. A outra virou e disse, essas sim MERECEM comer logo!(como se eu fosse menos GENTE e não precisasse tanto assim comer, depois de 18h de jejum apenas porque fiz cesariana).



Bjs em vc e na Sarah.

- Anine Pinheiro - disse...

Não posso reclamar da maternidade q fiquei. Lá eram apenas 2 leitos na enfermaria e assim q cheguei, a outra mãe estava recebendo alta. Não sei se foi sorte, mas foi muito bom pra mim.
Lendo seu relato fiquei imaginando como seria muito dificil, nunca tinha pensando sobre os bbs q vão pra uti, por isso seu post não é chato, é explicativo.

Beijos

Marcadores

síndrome de west (24) desenvolvimento (15) diabetes (6) gravidez (6) novidades (6) atualizações (5) desabafo (5) maternidade (5) atraso no desenvolvimento (4) book gestante (4) consulta pediatra (4) contagem regressiva (4) festa de um ano (4) gravidez e diabetes (4) segundo filho (4) Ano Novo (3) Apae (3) Dia das Mães (3) amamentação (3) chá de bebê (3) criança especial (3) fotografia (3) gripe (3) grávida (3) internação (3) mãe (3) sobre a mamãe (3) 21 semanas (2) 24 semanas de gestação (2) 4 anos (2) 4 meses (2) De Deus um anjo (2) Epilepsia (2) Novo layout (2) Obstetra (2) US morfológica (2) atualidades (2) cardiologista (2) controle glicemia (2) crise de epilepsia (2) demissão (2) escolinha (2) evoluções (2) fotolivro (2) grávida diabética (2) hipoglicemia (2) milagres (2) novo projeto (2) outros assuntos (2) primeira US (2) refluxo (2) selinho (2) sorriso (2) sorteio (2) tipos de parto (2) viagem (2) vivendo e aprendendo (2) volta ao trabalho (2) #protestomaterno (1) 1 ano (1) 11 dias (1) 11 meses (1) 12 dias (1) 12 semanas (1) 14 semanas de gestação (1) 17 semanas (1) 18 semanas (1) 19 semanas (1) 2 anos (1) 2 dias (1) 23 semanas (1) 28 semanas (1) 29 semanas de gravidez (1) 3 anos (1) 3 meses (1) 30 semanas gestação (1) 31 semanas de gestação (1) 33 semanas de gestação (1) 34 semanas (1) 35 semanas (1) 4 dias (1) 6 dias (1) 7 dias (1) 9 meses (1) 9 semanas gestação (1) Alta (1) Blogagem Coletiva (1) Constatações (1) Crianças Especiais (1) Deus (1) H1N1 vacina (1) News (1) O positivo (1) Onze meses (1) Relato de parto (1) Sarah (1) Saudades (1) Special Kids (1) Testado pela Mamãe (1) Theo (1) UTI Neo-natal (1) aborto (1) agradecimentos (1) alimentação (1) amor incondicional (1) assentos reservados (1) boas novas (1) caminhando (1) cesárea (1) cinco meses (1) como tudo começou (1) comprimidos hipoglicemiantes (1) concurso (1) convênio (1) crise gelástica (1) cólicas (1) data do parto (1) decisão sobre o parto (1) decoração (1) depressão (1) dia dos pais (1) diabetes tipo I (1) doencinhas infantis (1) dois meses (1) dor ciático (1) dor na perna esquerda (1) ecocardiograma (1) educação (1) entrevista de emprego (1) entrevista istoé (1) espasmos infantis (1) estresse (1) exames de sangue (1) expectativas (1) falando (1) felicidade (1) fraqueza (1) futuro (1) gentileza (1) gravidez em diabéticas (1) hemoglobina glicada (1) icterícia (1) infecção urinária. exame de toque (1) insulina (1) licença maternidade (1) livro da Sarah (1) luto (1) manifestações (1) medicação (1) milagre (1) nervo ciático (1) não é só por 20 centavos (1) papai Diego (1) papinhas (1) parto normal (1) polêmica da mãe vaca (1) pronto socorro (1) protestos em SP (1) protestos no Brasil (1) rapidinhas (1) refletindo (1) rotina (1) segundo trimestre gestação (1) selinhos (1) sensibilidade (1) sentimentos maternos (1) sexto sentido (1) suco (1) terceiro trimestre (1) tipos de diabetes (1) trabalho (1) ultrassom (1) ultrassom obstétrico (1) um ano (1) um mês (1) vacina (1) É amanhã (1)