Redes Sociais



Layout desenvolvido por Renata. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquisar este blog

Postagens populares

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Atualizando: Visita ao cardiologista e outras cositas mais!

Oi gente tudo bem?

Olha, estou acompanhando os blogs de todas, lendo todos os posts, mas ainda está difícil comentar, vou tentar ficar em dia hoje ok?

Hoje tenho vários assuntos (pra variar kkkk!), há dias estou tentando passar aqui pra postar, mas a Sarah é um bebê carente rs.

Primeiro assunto: Visita ao cardiologista.
Eu já havia comentado que ela tem um probleminha no coração anteriormente. Pois bem, fomos ao cardiologista descobrir a dimensão do problema. Na verdade foi uma médica... gostei dela de cara, ela estava ao celular brigando com o convênio para um paciente dela fazer um exame caro sem pagar, gosto de pessoas que se dedicam de verdade ao que fazem. Tratou a Sarah muito carinhosamente, apertou suas bochechinhas (tá... são bochechonas kkkk) e me explicou que ela tem três orifícios no coração por onde o sangue circula (e não devia) e um engrossamento do septo do coração (parede que divide as câmaras cardíacas), problemas comuns à filhos de mães diabéticas, mas que normalmente evoluem benignamente e não precisam de cirurgia, mas mesmo assim ela pediu um ecocardiograma com doppler colorido para avaliar melhor. Ainda não consegui uma data, mas ela me tranquilizou então estou confiante que isso irá sarar sem precisar de cirurgia (acho que eu que morro do coração se ela tiver que operar!), imagina meu belisquinho operando o coração? Aff, não gosto nem de pensar.

Segundo assunto: Amamentação e rotina.
Meu leite está diminuindo, mas eu já esperava como só tiro com bombinha não tenho o estímulo do bebê sugando. Ela está tomando mais Aptamil, mas se dá bem com ele, não ressecou nem deu mais cólicas. E está engordando e crescendo à olhos vistos.

Terceiro assunto: Cólicas.
Estão melhorando, pois tenho medicado. Não dá pra deixar ela com dor sem dar nenhum remédio. Ela toma Dimeticona de 8 em 8 horas e Funchicórea quando tem crises e elas tem sido muuuuuito menores e menos frequentes e com menos choro, portanto estou feliz porque ela sofre menos e me deixa menos louca kkkk!

Quarto assunto: Cocô.
Tem feito com menos frequência, já tenho conseguido usar a fralda noturna pois não faz mais de madrugada. Mas quando faz também, faz muuuuito, vaza, suja a roupa toda e tenho que dar banho, já aconteceu umas 3 vezes.

Quinto assunto: Roupas.
Perdeu todas as RN e algumas P. Já está usando as M e logo logo terei que visitar o Brás novamente pra comprar mais macacões pois está com poucos. Isso aconteceu porque ela me surpreendeu pelo peso, nasceu muito grande e muitas roupas nem serviram. Terei que comprar roupas M e G para durarem mais tempo.

Sexto assunto: Passeio com o papai.
Sim, tive um acesso de loucura e deixei ela sair sozinha com o papai. Foi à casa da minha sogra e eu fiquei em casa dormindo. Nos primeiros 10 minutos entrei em pânico e quase fui atrás, mas depois entendi que o pai tem que participar e tem que saber se virar sozinho também, isso é bom pra mim, que posso ter algum tempo pra mim e pra fazer coisas que não consigo quando ela está aqui, inclusive dormir (luxo!). O resultado foi ótimo, ele ficou feliz e com certeza o vinculo dos dois foi fortalecido, o que é importante. Eu não privo meu marido de me ajudar com a Sarah, pois isso pra mim vai fazer os dois ficarem mais íntimos.

Bom, por enquanto é isso que vem acontecendo conosco, em breve volto com mais novidades e vou tentar passar pelo cantinho de todas.

Foteeenhas da Sarah

Olha minhas bochechas rs!

 
Olha minha roupitcha!

Até mais corações!!!

domingo, 18 de julho de 2010

Visita ao pediatra e rapidinhas!



Oi gente tudo bem por aí com os babies dentro e fora das barrigas rsrsrsrs?

Por aqui as coisas estão ficando melhores a cada dia! Sério... conforme os dias vão passando a gente vai ficando melhor, o desespero dos primeiros dias se transforma em serenidade e os medos vão passando porque a gente vai adquirindo experiência.

- Dia 16 (sexta-feira passada) fomos a consulta com a pediatra. Vocês devem estar se perguntando: mas a bebê tem mais de um mês e só agora foram ao pediatra? Na verdade é a quarta vez que vou ao consultório, mas nas 3 primeiras vezes nos consultamos com a enfermeira pediátrica, que é especialista em bebês e faz as primeiras verificações de rotina antes de passar com a médica. Confesso que gostei desse tipo de atendimento, porque ela tem bastante tempo disponível para esclarecer aquele monte de dúvida que a gente tem e nem sempre os médicos tem paciência de explicar. Portanto, com a médica mesmo essa foi a primeira consulta. Gostei dela, é bem calma e respondeu a todos meus questionamentos. Pesou a bebê que está com 4.570 e 53,5. Ela disse que está engordando razoávelmente, pois ela já nasceu bem gordinha então temos que ter cuidado pra ela não ficar obesa, ela não pode engordar muito agora, para entrar no padrão dos demais bebês daqui há algum tempo.
Tirou toda a roupinha dela e verificou cada parte do corpinho, fez testes de reflexo, olhou as genitais, ouvidos, olhos, boca e tudo mais e disse que ela está bem e é um bebê bem saudável.
Ainda quando ela estava no hospital, foi realizado um ecocardiograma que é obrigatório no caso de bebês de mães diabéticas e foi constatado um sopro de moderado a importante no coração dela, o que significa que ela terá que ser acompanhada por um cardiologista para avaliar o melhor tratamento. Eu tenho esse sopro também e acompanhei semestralmente até os 18 anos e nem precisei fazer cirurgia. Ela tem consulta marcada com o cardiologista dia 21/07 e tenho pedido da médica pediatra para realizar um novo ecocardiograma. Tirando esse pequeno contratempo ela é muito saudável.

Sono: Ela ainda não dorme a noite toda, mas eu estou melhor adaptada aos seus horários. Ela mama 21:00, depois só mama quando acorda, geralmente às 1:00 da madrugada, depois por volta de 5 ou 6 da manhã, então dá pra colocar uma parte do sono em dia. Fora que meu corpo está mais adaptado à menos horas de sono. Quando estou muito cansada, dou a mamada das 6 horas e volto a dormir com ela até as 9:00 quando ela mama denovo. Resumindo: durante o dia a mamada é de 3 em 3 horas e após as 21:00 só quando ela acorda com fome.

Roupinhas: Perdeu as RN já, também pudera já nasceu com 4 kilos kkkkk!!! Agora ela está usando as P e algumas M já. As melhores roupinhas são as de soft e plush devido ao inverno, deveria ter comprado mais delas. Fica aí a dica para as mamães de primeira viagem, prestem muita atenção na estação que seus bebês vão nascer, não apenas na beleza das roupinhas.

Fraldas: Está usando a P da Turma da Mônica tripla proteção. Tem dado conta do recado, não vaza e dura bastante tempo quando está só de xixi. Já usei as da Pampers Super Sec e Cremer da Disney. A melhor das 3 marcas é a Pampers, porém a mais cara também, portanto pelo custo benefício a melhor é a da Turma da Mônica. Nao gostei da Cremer porque vaza muito e é muito plástica.

Creme para assaduras: Bepantol, adoro ele porque não deixa assar e não cria aquela camada dificil de limpar. Ela nunca assou nem ficou vermelha, pretendo continuar usando essa mesmo.

Para limpar: Algodão com água morna e lencinhos umedecidos quando saímos. Os melhores lencinhos são os da Huggies Turma da Mônica que parecem um paninho, os outros mais baratinhos são muito ásperos e os da Natura tem um perfume muito forte não tenho coragem de usar ainda acho ela muito novinha.

Alimentação: 90% de leite materno e 10% de Aptamil porque às vezes não tenho leite suficiente no peito, ela está tomando de 90 à 120ml depende da fome. Continuo tirando o leite com a bomba e dando na mamadeira porque ela não pega o peito, a pediatra disse que podemos continuar assim já que ainda tenho leite e ela está engordando bem.

Vitamina: AD-Til duas gotas todo dia.

No banho: Sabonete "A hora do Sono", Shampoo e Condicionador da Jhonsons Baby.

Rotina: Ela está ficando acordada mais tempo e está bem mais espertinha, procura as vozes dos conhecidos quando falam com ela, fixa o olhar nos brinquedinhos pendurados na parede, brinca mais com as mãozinhas, começou a segurar objetos (cobertor, fralda, chupeta) e já sorriu para mim quando brinquei com ela!

Chupeta: Eu dou e pronto! Acalma ela quando está com cólicas e ajuda a dormir, mas quando ela dorme cospe a chupeta então nem ligo em dar, ela não chupa o tempo todo, na maioria das vezes nem pega.

Bom, estamos fazendo assim no momento e está dando certo, conforme ela vai crescendo vamos mudando o esquema.

Bjus a todos!
terça-feira, 13 de julho de 2010

Um mês que ela e EU nascemos!



Já faz mais de um mês!

32 dias para ser mais exata. Sim, estou dois dias atrasada com o post, mas é que o fim de semana foi corridíssimo e ontem a Sarah estava bem chatinha então não consegui um tempo para postar.

Mas vamos lá, hoje vou falar dessa mudança que aconteceu há um mês atrás.

No dia 11/06 meu maior sonho tornou-se realidade, minha princesinha Sarah nasceu às 7:41 da manhã! O choro que sempre esperei, que sempre idealizei mesmo antes de ficar grávida, nunca pensei que um chorinho pudesse me tornar tão plena, tão feliz, tão realizada.

As lágrimas correram no meu rosto, nada nessa vida nunca me fez tão feliz, aquele momento transformou todos os outros em coadjuvantes e tenho certeza que nenhum outro substituirá aquele.

Não tenho fotos, nem vídeos, mas tenho tudo registrado na minha lembrança, o momento do nascimento, quando a médica trouxe ela toda sujinha para me mostrar e eu vi o fruto de um amor de mais de 10 anos se tornar realidade, o amor de um casal estava alí e Deus havia me dado a graça de gerar, dar a luz e cuidar de uma preciosidade sem tamanho.

Fico emocionada até agora só de lembrar daquele momento, por isso coloquei no título "Um mês que ela e EU nascemos!" porque eu com certeza renasci diferente, outra pessoa naquele dia e naquela hora, não sei o que aconteceu exatamente, só sei que não sou mais a mesma, minha mente, meus objetivos, tudo se transformou e a mudança que ocorreu na minha vida com certeza foi pra muito melhor do que antes.

Obrigada filha! Obrigada por existir, por transformar minha vida, por fazer dos meus dias mais felizes, por trazer um novo sentido para o meu viver, por me fazer sentir uma pessoa importante na vida de alguém!

Te amo demais!!! Você é a razão do meu viver!

É difícil, é complexo, é cansativo e desgastante, mas é a melhor fase da minha vida com toda certeza. Não consigo ir ao banheiro, não tenho mais tempo para pentear o cabelo, ando pela casa parecendo um zumbi por não dormir direito, mas adoro tudo isso e agradeço por ter a chance de passar por tudo isso.

Parabéns meu tesourinho pelo seu primeiro mês, sou muito feliz por ser sua mãe.

Bjus para todos que nos acompanham!
quarta-feira, 7 de julho de 2010

Vivendo e aprendendo!




Oi gentem...

Tentando colocar ordem na rotina, estou conseguindo uhuuuu!!!

Olá queridas, tudo bem?
Estou tentando voltar a escrever e a comentar nos blogs aos poucos, porque como sabem (ou vão saber em breve rsrsrs) os primeiros dias de um bebê em casa são extremamente corridos e mal dá tempo de ir ao banheiro.

Hoje quero compartilhar algumas experiências que adquiri depois do nascimento da Sarah, antes dela nascer eu sempre gostava de ler em blogs de mamães que já tinham tido seus bebês o que elas tinham aprendido nos primeiros momentos com seus filhotes, hoje já posso fazer isso também e espero que gostem :-)

1 - Não fique idealizando muito durante a gravidez.
Esse foi sem dúvida meu maior erro! Eu nunca tinha tido filhos, nunca tinha estado grávida, nunca tinha passando mais de uma noite em claro, nunca tinha trocado fraldas, nunca tinha sequer trocado a roupa de um bebê e muito raramente segurava um no colo, mas eu tinha uma "arrogância" imensa! Achava que ia dar conta de tudo sozinha, que não ia precisar de ajuda de ninguém, que ia segurar as pontas das noites em claro numa boa, enfim... achava que era a Multi-mulher kkkkk. Ledo engano, quando a Sarah veio para casa fiquei tão perdida que se não fosse a ajuda da minha mãe teria pirado com certeza! Nada foi como eu idealizei durante a gravidez, nada era calmo nem muito menos tinha trilha sonora de novela. Era tudo muito novo e eu não sabia de nada, aquelas teorias prontas não resolviam os problemas e nada era pintado de cor-de-rosa como nos meus devaneios de grávida. Não estou querendo dizer que é ruim, pelo contrário, é maravilhoso, mas se eu não tivesse ficado tão presa a sonhos irreais teria encarado com mais facilidade os imprevistos. Acredito que o Baby Blues fortíssimo que eu passei tenha sido devido a essas idealizações que eu fiz.

2 - Se você é mãe de primeira viagem, aceite os conselhos das mães mais experientes.
Eu era membro de fóruns, fiz download de livros, seguia milhares de blogs e lia diariamente um monte de sites especializados criados talvez por pessoas que nunca tiveram um filho, me apeguei ao que eles diziam e desprezei todos os conselhos das mães mais experientes e o que aconteceu? Tive que voltar atrás num monte de coisa e aceitar conselhos e receitinhas antigas da vovó, porque nada substitui a experiência e quando seu filho está com uma crise interminável de cólica, talvez dar um banho com chá de camomila acalme mais do que aquela massagem sofisticadíssima que você leu em alguma revista.
Toda a experiência adquirida no mundo virtual foi maravilhosa e me deixou tranquila em diversos momentos, mas nada substituiu o colo da minha mãe quando ela chorava desesperadamente de cólica e nenhuma técnica das revistas e fóruns resolveu.

3 - Preste atenção na estação do ano que seu bebê vai nascer!
Pode parecer besteira, mas quando saí para comprar o enxoval do meu bebê, parece que em alguns momentos da compra tive um colapso e esqueci que ela ia nascer em pleno inverno e comprei um monte de macacões de malha que com certeza ficarão perdidos porque não tem condição nenhuma de colocar um daqueles nela nestes dias gelados que tem feito em SP. Devia ter comprado mais macacões de soft, plush, flanelados por dentro e casaquinhos de lã. Portanto preste atenção na estação e esqueça a beleza e aquelas listas padrão que encontramos nos sites, muita coisa de lá não se usa e outras que usamos muitíssimo não estão relacionadas nelas. Os conselhos da sua mãe vão valer muito a pena acredite!

4 - Não fique pensando: "Se eu precisar vou lá e compro"...
Outra besteira enorme que eu fiz!
Não comprei bombinha de tirar leite: Quando meu peito encheu eu quase morri de dor e tive até febre, meu esposo teve que sair correndo para comprar uma e detalhe: era dia de jogo do Brasil e ele não encontrou nenhuma farmácia aberta, tive que esperar o jogo acabar e quase morri de dor por causa disso. É uma coisa tão barata, foi bobagem minha não ter comprado.

Não comprei absorventes para seio: Sujei 350 roupas à toa até entender que seria mais fácil comprar os benditos absorventes. Usei nos primeiros dias, agora não precisa mais, mas teria poupado muita lavação de roupa se eu tive comprado logo.

Não comprei pomada para preparação e cicatrização do seio: Só quando o bico estava parecendo carne moída fui na farmácia e comprei só que aí demorou dias para cicatrizar o bico e eu fiquei sentindo dor esse tempo todo. A pomada é cara, mas a dor da rachadura é tão grande que você nem vai querer saber o preço quando tiver uma.

Comprei apenas um pacote de fralda RN: Devido ao fato da Sarah ter nascido com 4.160 achei que ela iria direto para as fraldas P que eu ganhei um monte no chá de bebê, mas não foi isso que aconteceu, nos primeiros dias ela teve que usar RN porque as P ainda eram grandes.

Não comprei aquecedor de ambiente: Na época do verão eles estavam quase de graça e eu achei que não seria necessário, agora nos dias de frio vejo que é quase indispensável, porque está muito frio e ela sofre muito para tomar banho. Porém em meio à tantos gastos não temos como comprar um agora e ele está fazendo muita falta.

Tem mais coisas é que senão fica muito grande né? rsrsrrs...

5 - Não se ache auto-completamente-suficente e aceite ajuda!
Eu achava que não ia precisar da ajuda de ninguém, mas não tinha noção de como a cesárea limita os movimentos, nem de como um bebê recém-nascido ocupa todo nosso tempo. Portanto se minha mãe não tivesse me ajudado eu teria tido um colapso! Fiquei vários dias sem dormir e não tenho vergonha de dizer que precisei dela para numa determinada noite dormir um pouco mais, senão minha cabeça teria simplesmente parado de funcionar. A gente realmente não tem noção nenhuma do cansaço e da correria que a nossa vida vai se transformar depois que eles nascerem. No começo eu ficava hiper deprimida quando pensava que nunca mais ia sair de casa e que minha rotina ia ser eternamente aquela loucura. Agora que estou mais bem adaptada à tudo, estou vendo que as coisas não são tão terríveis assim e que as coisas vão se encaixando é só ter paciência.

Bom, vou encerrar por aqui porque já virou livro de tão grande.

Conforme for arrumando tempo vou postando mais novidades e vou tentar voltar a comentar regularmente nos blogs.

Bjus para todas as mamães queridas que me visitam sempre!!!

Marcadores

síndrome de west (24) desenvolvimento (15) diabetes (6) gravidez (6) novidades (6) atualizações (5) desabafo (5) maternidade (5) atraso no desenvolvimento (4) book gestante (4) consulta pediatra (4) contagem regressiva (4) festa de um ano (4) gravidez e diabetes (4) segundo filho (4) Ano Novo (3) Apae (3) Dia das Mães (3) amamentação (3) chá de bebê (3) criança especial (3) fotografia (3) gripe (3) grávida (3) internação (3) mãe (3) sobre a mamãe (3) 21 semanas (2) 24 semanas de gestação (2) 4 anos (2) 4 meses (2) De Deus um anjo (2) Epilepsia (2) Novo layout (2) Obstetra (2) US morfológica (2) atualidades (2) cardiologista (2) controle glicemia (2) crise de epilepsia (2) demissão (2) escolinha (2) evoluções (2) fotolivro (2) grávida diabética (2) hipoglicemia (2) milagres (2) novo projeto (2) outros assuntos (2) primeira US (2) refluxo (2) selinho (2) sorriso (2) sorteio (2) tipos de parto (2) viagem (2) vivendo e aprendendo (2) volta ao trabalho (2) #protestomaterno (1) 1 ano (1) 11 dias (1) 11 meses (1) 12 dias (1) 12 semanas (1) 14 semanas de gestação (1) 17 semanas (1) 18 semanas (1) 19 semanas (1) 2 anos (1) 2 dias (1) 23 semanas (1) 28 semanas (1) 29 semanas de gravidez (1) 3 anos (1) 3 meses (1) 30 semanas gestação (1) 31 semanas de gestação (1) 33 semanas de gestação (1) 34 semanas (1) 35 semanas (1) 4 dias (1) 6 dias (1) 7 dias (1) 9 meses (1) 9 semanas gestação (1) Alta (1) Blogagem Coletiva (1) Constatações (1) Crianças Especiais (1) Deus (1) H1N1 vacina (1) News (1) O positivo (1) Onze meses (1) Relato de parto (1) Sarah (1) Saudades (1) Special Kids (1) Testado pela Mamãe (1) Theo (1) UTI Neo-natal (1) aborto (1) agradecimentos (1) alimentação (1) amor incondicional (1) assentos reservados (1) boas novas (1) caminhando (1) cesárea (1) cinco meses (1) como tudo começou (1) comprimidos hipoglicemiantes (1) concurso (1) convênio (1) crise gelástica (1) cólicas (1) data do parto (1) decisão sobre o parto (1) decoração (1) depressão (1) dia dos pais (1) diabetes tipo I (1) doencinhas infantis (1) dois meses (1) dor ciático (1) dor na perna esquerda (1) ecocardiograma (1) educação (1) entrevista de emprego (1) entrevista istoé (1) espasmos infantis (1) estresse (1) exames de sangue (1) expectativas (1) falando (1) felicidade (1) fraqueza (1) futuro (1) gentileza (1) gravidez em diabéticas (1) hemoglobina glicada (1) icterícia (1) infecção urinária. exame de toque (1) insulina (1) licença maternidade (1) livro da Sarah (1) luto (1) manifestações (1) medicação (1) milagre (1) nervo ciático (1) não é só por 20 centavos (1) papai Diego (1) papinhas (1) parto normal (1) polêmica da mãe vaca (1) pronto socorro (1) protestos em SP (1) protestos no Brasil (1) rapidinhas (1) refletindo (1) rotina (1) segundo trimestre gestação (1) selinhos (1) sensibilidade (1) sentimentos maternos (1) sexto sentido (1) suco (1) terceiro trimestre (1) tipos de diabetes (1) trabalho (1) ultrassom (1) ultrassom obstétrico (1) um ano (1) um mês (1) vacina (1) É amanhã (1)