Redes Sociais



Layout desenvolvido por Renata. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquisar este blog

Postagens populares

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Sarah é fruto de milagres!

Oi gente!

Já devia ter escrito sobre isso há muito tempo, mas sempre tenho outros milhões de posts em mente e acabo deixando esse pra depois.
Mas agora vou falar sobre a minha visão espiritual de como tudo aconteceu desde o momento que decidi que queria ter um filho.

Já falei aqui até mais de uma vez como tudo aconteceu sob o olhar da medicina, sob o olhar da razão, o olhar dos homens. Nunca falei sobre minha visão de fé sobre tudo o que passei até ter meu anjo em casa comigo.

Desde que casei sonhava em ter filhos. Na época eu ainda não tinha diabetes. Porém queria fazer faculdade e estruturar melhor nossa vida para depois tomar essa decisão. Os anos se passaram e eu me vi diante dessa doença que muda totalmente nossa vida. No começo me revoltei, chorei, fiquei depressiva, não acreditava nisso, mas Deus me mostrou que tudo na nossa vida tem um propósito e que tudo isso me faria crescer e amadurecer muito.
Porém os médicos são bastante céticos e cautelosos quando o assunto é gravidez em diabéticas. Pois os riscos de complicações graves são inúmeros, se ficarmos pensando em tudo que pode dar errado a gente nem tenta ter filho, porque as possibilidades de ter problemas são maiores do que as possibilidades de tudo dar certo 100% no final.
Li bastante, me informei e procurei associações de diabéticos e médicos um pouco menos "medrosos" que pudessem me ajudar. Fiz a prevenção durante seis meses, controlei as taxas e comecei minha vida de "treinante".
Sou muito ansiosa, quando quero uma coisa não sei esperar e quando decidi que queria ter filhos, tive muito medo de ter que esperar muito tempo, porque sabia que talvez eu não suportasse essa espera.

Treinamos no meu período fértil de Setembro/2009. Agora era só esperar o atraso da menstruação. Porém, eu não achava que tinha conseguido no primeiro ciclo, porque o diabetes também dificulta a fertilidade, eu poderia ter sérios problemas de fertilidade devido a isso.

Sou católica praticante. Vou à missa todos os domingos, canto na igreja, enfim vivo intensamente a minha fé e acredito que Deus rege a nossa vida. Acredito fielmente em milagres. Já os vi acontecer diante dos meus olhos.

No dia 12 de Outubro de 2009 estava na igreja ajudando na festinha das crianças e eu estava tão mexida com essa história de bebê que estava maravilhada por estar cercada de crianças e encantada com a pureza e inocência delas. Lembro como se fosse hoje: Quando o padre levantou o pão da eucaristia no momento da consagração eu pedi de todo coração que o Senhor me desse um filho. Aquela missa foi muito intensa na minha experiência de me tornar mãe.

Nove dias depois estava eu com o resultado do teste de gravidez positivo, tenho certeza que o Senhor me agraciou porque eu consegui meu bebêzinho na primeira tentativa, mesmo tendo um problema que prejudicava a fertilidade.

Minha gravidez foi abençoada, não tive nenhuma complicação, meus exames eram sempre todos normais.

No dia do meu parto, a igreja da qual faço parte se reuniu em oração horas antes da cirurgia e a mesma correu com tanta tranquilidade que tenho toda a certeza que foi Deus quem me operou e fez com que tudo corresse maravilhosamente bem.

A Sarah foi conduzida à UTI Neo-natal devido à uma complicação prevista do diabetes (hipoglicemia fetal) e quando minha mãe foi visitá-la e conversar com a pediatra de plantão a mesma disse que além da hipo a Sarah tinha um grave problema de coração causado pelo meu problema de diabetes e que seria ligada à monitores cardíacos e de respiração, que faria exames para constatar a gravidade da lesão no coraçãozinho da minha pequena.
Só fiquei sabendo disso quando tive alta, minha mãe não me contou, tinha medo da minha reação e disso afetar minha recuperação da cirurgia.
Dois dias depois ela teve icterícia grave e beirou à transfusão de sangue. Esse tipo de icterícia costuma deixar sequelas neurológicas irreversíveis.
O que aconteceu diante de tudo isso? DEUS A CUROU DEFINITIVAMENTE DE TUDO!!!
No sétimo dia de internação a médica me disse estar preocupada com os níveis da bilirrubina dela que não abaixavam nem com o banho de luz super intenso que ela estava tomando.
No dia seguinte a bilirrubina SIMPLESMENTE NORMALIZOU!!! Ela não soube explicar o que aconteceu, mas eu sei...
A hipoglicemia cessou e o ecocardiograma deu ABSOLUTAMENTE NORMAL!!!

É milagre demais na vida de uma pequena só.

Hoje ela cresce linda, feliz e se desenvolvendo perfeitamente sem nenhuma sequela de tudo que passou naqueles terríveis dias de internação.

A mim isso tudo apenas fortaleceu, me fez uma pessoa muito mais desprendida de coisas sem importância e que acredita infinitamente mais em Deus.

Bom, essa é a história do meu tesourinho segundo a fé que sinto no meu coração. Agradeço à Deus todos os dias por ter me dado a graça de ser mãe, de viver o amor sem limites, de ter um coração batendo fora do meu peito.

Te amo meu Senhor, acima de tudo! E obrigada pelas bênçãos derramadas abundantemente em nossas vidas.

"Espera no Senhor, confia Nele e Ele tudo fará!".

Fotitas da princesinha...


De frufrus no cabelinho!


Olha como eu tô fofa!
 
Gosto muito da minha pepêzinha!

De macacão de bolinhas!

Então é isso meus amores, vou tentar agora passar no cantinho de todas!

Bjus e até a próxima.

7 comentários:

Clau Arts disse...

O bom é poder contemplar estes milagres e ter visto que tudo foi tão real e muitas das coisas eu presenciei!!!

Quando nos tornamos mãe é como se o nosso coração fosse dividido em dois, uma parte fica dentro e outra fora e ao mesmo tempo somos uma só "mãe e filho"...

Que Deus abençoe nossas princesas!!!

Beijinhos
Cláudia

Nath disse...

Nossa Renatinha qt coisa vc e sua pequena passaram, mas graças ao bom Deus tudo deu certo. Certamente a medicina, os médicos não sabem explicar um milagre, que foi o que aconteceu com vc e Sarah, mas ainda bem que vc é grata a Deus por esse milagre. Bjs.

janaaa disse...

sua filha ta uma fofa uma leide de tao linda eu agradeço o carinho de ter passado la no meu blog taboommmmm
muito obrigada adoro receber visitas

Rosangela disse...

Sempre linda sua bebe , parabens .Bjs

Fá *~Mamis da CLARINHA disse...

E ainda por cima é linda de morrer!! Eu tb acredito em milagres, Deus nunca faltou comigo. A gente tem que aprender a respeitar a vontade dele, mas sabemos que Ele nunca nos deixará só.

Com certeza sua filha é mais que um milagre.


Bjs enormes.

Gi-vida saudável disse...

é bom crer num deus de milagres e que nossa fé nao deve se abalar diante de problemas...

tenho uma Sarah tbem, hoje com 29 dias, linda!saudavel, tive hipertensao e diabetes gestacional durante a gravidez, mas nao deixei de acreditar que deus poderia fazer com que Sarinha nao tivesse absolutamente nada!
e venho aqui e vejo um post desses!
gloria a Deus mesmo!

parabens pela lindeza e cuide da saude sempre, hj vc tem alguem que depende integralmente de vc

abçs

Mariza disse...

Linda a sua história! O nosso Deus é mesmo de milagres!!! Vi o seu blog pelo da Thais Scavassa, achei tão bacana que estou seguindo. Passa no meu, estou fazendo uma promoção bem legal lá. Beijocas e ótimo dia!
Mariza
http://cantinhodoreiarthur.blogspot.com

Marcadores

síndrome de west (24) desenvolvimento (15) diabetes (6) gravidez (6) novidades (6) atualizações (5) desabafo (5) maternidade (5) atraso no desenvolvimento (4) book gestante (4) consulta pediatra (4) contagem regressiva (4) festa de um ano (4) gravidez e diabetes (4) segundo filho (4) Ano Novo (3) Apae (3) Dia das Mães (3) amamentação (3) chá de bebê (3) criança especial (3) fotografia (3) gripe (3) grávida (3) internação (3) mãe (3) sobre a mamãe (3) 21 semanas (2) 24 semanas de gestação (2) 4 anos (2) 4 meses (2) De Deus um anjo (2) Epilepsia (2) Novo layout (2) Obstetra (2) US morfológica (2) atualidades (2) cardiologista (2) controle glicemia (2) crise de epilepsia (2) demissão (2) escolinha (2) evoluções (2) fotolivro (2) grávida diabética (2) hipoglicemia (2) milagres (2) novo projeto (2) outros assuntos (2) primeira US (2) refluxo (2) selinho (2) sorriso (2) sorteio (2) tipos de parto (2) viagem (2) vivendo e aprendendo (2) volta ao trabalho (2) #protestomaterno (1) 1 ano (1) 11 dias (1) 11 meses (1) 12 dias (1) 12 semanas (1) 14 semanas de gestação (1) 17 semanas (1) 18 semanas (1) 19 semanas (1) 2 anos (1) 2 dias (1) 23 semanas (1) 28 semanas (1) 29 semanas de gravidez (1) 3 anos (1) 3 meses (1) 30 semanas gestação (1) 31 semanas de gestação (1) 33 semanas de gestação (1) 34 semanas (1) 35 semanas (1) 4 dias (1) 6 dias (1) 7 dias (1) 9 meses (1) 9 semanas gestação (1) Alta (1) Blogagem Coletiva (1) Constatações (1) Crianças Especiais (1) Deus (1) H1N1 vacina (1) News (1) O positivo (1) Onze meses (1) Relato de parto (1) Sarah (1) Saudades (1) Special Kids (1) Testado pela Mamãe (1) Theo (1) UTI Neo-natal (1) aborto (1) agradecimentos (1) alimentação (1) amor incondicional (1) assentos reservados (1) boas novas (1) caminhando (1) cesárea (1) cinco meses (1) como tudo começou (1) comprimidos hipoglicemiantes (1) concurso (1) convênio (1) crise gelástica (1) cólicas (1) data do parto (1) decisão sobre o parto (1) decoração (1) depressão (1) dia dos pais (1) diabetes tipo I (1) doencinhas infantis (1) dois meses (1) dor ciático (1) dor na perna esquerda (1) ecocardiograma (1) educação (1) entrevista de emprego (1) entrevista istoé (1) espasmos infantis (1) estresse (1) exames de sangue (1) expectativas (1) falando (1) felicidade (1) fraqueza (1) futuro (1) gentileza (1) gravidez em diabéticas (1) hemoglobina glicada (1) icterícia (1) infecção urinária. exame de toque (1) insulina (1) licença maternidade (1) livro da Sarah (1) luto (1) manifestações (1) medicação (1) milagre (1) nervo ciático (1) não é só por 20 centavos (1) papai Diego (1) papinhas (1) parto normal (1) polêmica da mãe vaca (1) pronto socorro (1) protestos em SP (1) protestos no Brasil (1) rapidinhas (1) refletindo (1) rotina (1) segundo trimestre gestação (1) selinhos (1) sensibilidade (1) sentimentos maternos (1) sexto sentido (1) suco (1) terceiro trimestre (1) tipos de diabetes (1) trabalho (1) ultrassom (1) ultrassom obstétrico (1) um ano (1) um mês (1) vacina (1) É amanhã (1)