Redes Sociais



Layout desenvolvido por Renata. Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Arquivo

Pesquisar este blog

Postagens populares

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Adeus LINDO ano velho

2581

 

Feliz ano novo à todos!!!

 

Este ano foi lindo, teve seus contratempos, mas ninguém pode querer que a vida seja plena o tempo todo.

 

Foi sem dúvida o melhor ano da minha vida, foi o ano em que realizei meu sonho de ser mãe, sonho lindo aguardado por muito tempo.

 

Deus nos cumulou de bênçãos e nos permitiu ser pais, não poderia em hipótese alguma dizer que meu ano foi ruim, não tem como, toda vez que olho para a Sarah tenho a certeza de que o ano foi ótimo.

 

Espero desse ano que chega que algumas coisas se acertem. Deus sabe do que falo… e tenho certeza que ele nos proverá todas as coisas. Lógico que temos que fazer a nossa parte.

 

Quero nesse fim de ano apenas agradecer a ele por tudo. Tudo de bom e tudo de ruim, pois na tribulação aprendemos muito também.

 

Enfim, que esse novo ano que chega seja repleto de bênçãos e realizações assim como o ano de 2010.

 

Desejo de coração à todas que estão sempre por aqui que tudo de melhor aconteça na vida de vocês nesse ano novinho que nos está sendo dado.

 

Mil beijos estrelas da minha vida e nos vemos em 2011!!!

 

Technorati Marcas:
quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Blogagem coletiva: Um tapinha não dói???

 

Oi gente tudo pronto para 2011?

 

Este é meu último post de 2010 e é um post indignado e revoltado.

 

Através do Blog da Aline Milanez (Blog privado) ela propôs uma blogagem coletiva a respeito da violência contra as crianças e eu logo de cara aderi!!!

 

No blog dela, ela conta que viu um tópico no E-family (acho que todos conhecem), onde uma mãe diz que na “hora do nervoso” deu uma palmada na sua bebê de seis meses… Vocês acreditam nisso??? Uma bruta-montes batendo num bebêzinho? E adivinhem o motivo????

 

- Porque a bebê está chorando por tudo! Oi????

 

Eu não gosto nem de pensar numa cena dessas!

 

Na minha humilde opinião, não tem justificativa nenhuma para bater em criança, o que dirá num bebê de seis meses…

 

Sei que tem hora que eles choram demais mesmo, a Sarah é mestre nisso, chora pra gente pegar no colo e ficar andando pela casa, digo isso porque ela está sequinha e limpinha, de barriga cheia e num local confortável e começa aquele berreiro, de repente se pegamos e andamos com ela, pronto! Acabou o choro… Aí você vai me dizer que ela está entediada, mas caracas, entediada o dia todo? Porque ela não quer ficar um segundo no berço, só no colo! E ela chora até doer os meus ouvidos e confesso que já perdi a paciência… Mas aí sabe o que eu faço? Sento, respiro fundo e digo pra mim mesma: ela não pediu pra nascer, se chora tanto tem um motivo que eu não estou sabendo interpretar e tenho a obrigação de cuidar dela e não traumatizá-la e conto até 10 umas vinte vezes e tento acalmá-la.

 

Nunca vou encostar um dedo nela, não tem cabimento nem lógica e quem faz isso tem que ser preso mesmo.

 

Sabe pessoas que tem traumas inexplicáveis? Que fazem terapia anos a fio e não conseguem se livrar de certos medos e ninguém sabe de onde eles vem? Quem garante que não foi um pai ou uma mãe que deu uma palmada pra educar quando a criança nem entendia porque estava apanhando e registrou aquilo no inconsciente e ficou traumatizada?

 

Procuro ensinar desde agora para a minha filha que tudo tem limite, não faço todos os gostos dela (que já é bem cheia de vontades com apenas seis meses!), mas não me foi dado o direito de bater.

 

Gente, educar é dar exemplo e qual exemplo aprendemos quando apanhamos? Que se resolve todos os problemas na porrada, aí quando a criança cresce e se torna um adulto revoltado e problemático os pais se questionam onde erraram…

 

Se você tem o mesmo ponto de vista que a gente, entre na blogagem coletiva e comece seu ano sem violência e na paz!

 

Bjus queridos era esse recado que eu queria dar.

 

Technorati Marcas:

Batizado da Sarah!

Oi gente!

 

Este post está atrasado, a Sarah foi batizada em Novembro e eu só estou conseguindo postar sobre esse assunto agora.

 

A cerimônia foi linda como eu sempre sonhei, todo mundo se emocionou bastante e tiramos várias fotos legais, vou colocar algumas abaixo.

 

Depois da cerimônia fizemos um churrasquinho simples para os avós e padrinhos aqui em casa, foi bem simples mesmo mas foi super legal estava tudo muito gostoso e todos gostaram.

 

Eu que fiz a lembrancinha, queria algo diferente e confeccionei um quadrinho com a foto dela. Coloquei uma bordinha do Pooh e fiz uma embalagem bem bonitinha, todos gostaram e teve gente que nem quis abrir. Ficou bem fofa mesmo.

 

Seguem as fotos para todos terem uma idéia de como foi bonito.

 

 

 

 

Viram como foi bonito?

 

Bjus amores!!!

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Como ela está...

Oi gente!

Ainda está gripadinha, nariz escorrendo, espirrando e tossindo bastante.
A tosse é seca, o que me deixa mais tranquila porque não tem secreção no peito.
O nariz entope e eu fico constantemente lavando com soro fisiológico e aspirando o que sai.
Está enjoadinha pra comer e tomar leite, comia muito bem, agora anda deixando comida no prato e leite na mamadeira, não forço porque sei que ela come bem, se não está comendo é consequência da gripe, acho que quando ela sarar totalmente volta a comer direito... tomara!
Dá uma dó ver ela assim, hoje de manhã quando acordou espirrou um monte e ficou com os olhinhos marejados um tempão... O mais legal é que mesmo assim dodói ela sorri pra gente quando falamos com ela.

Ultimamente ela anda fazendo festa quando vê alguém da família chegar, tão bonitinho, ela dá várias gargalhadas, bate os braços e as perninhas e fica olhando para a pessoa com aquele olhar de vem me pegar no colo? Coisa mais fofa de mamain...

Amanhã vamos viajar para passar o ano novo na casa das minhas tias no interior de SP (Lençóis Paulista), vai ser a primeira viagem longa da Sarah e eu estou um pouco apreensiva se ela vai se comportar bem na viagem de carro (4 horas mais ou menos) e se vai estranhar o lugar lá, se vai comer e dormir direito. Mas quero muito que ela conheça as minhas tias e primas e elas também estão ansiosas por vê-la.

Quero tirar muitas fotitas e quando voltar mostro para vocês ok?

Beijos meus amores e ótimo ano para todos!!!
terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Passeios com a Sarah

Oi pessoal como vão?

 

Hoje resolvi falar deste assunto meio complicado. Sair com um bebê!

Quando eu estava grávida, achava que isso era fácil, que era só arrumar o bebê, a mala, se arrumar e pronto, poderia ir até pra China! kkkk ledo engano…

Sair com um bebê exige um planejamento rigoroso e uma logística imensa. Bebês não sabem falar (juuuuuura kkkk!) e a maneira que encontram pra se comunicar é chorando e isso não tem hora nem muito menos lugar, incomodou eles colocam a boca no mundo e estão se lixando se não podem gritar ali.

No começo eu tinha verdadeiro pavor de sair com a Sarah, primeiro porque ela tinha cólica toda vez que mamava e às vezes chorava mais de uma hora no colo até se acalmar, agora imagina isso na rua ou na casa de outras pessoas…

Ela sempre foi uma bebê agitada e muito irritadinha e dava crises de choro sensacionais e eu tinha muito medo disso acontecer na rua e as pessoas pensarem que eu não era boa mãe por não saber acalmá-la.

Devido à tudo isso eu só saí com a Sarah quando ela já estava com quase dois meses. E para minha grande surpresa ao invés dela dar o maior show, adorou o passeio, ficou super calma, dormiu o caminho todo, chegou em casa dormindo e só acordou no outro dia!!! o.O

Então, depois desse episódio eu comecei a sair com frequencia com ela, inclusive à noite e isso nunca fez com que ela ficasse irritada ou deixasse de dormir. Quando dá o horário do sono dela, a gente pode estar em qualquer lugar que ela dorme.

Procuro fazer tudo como se estivéssemos em casa. Refeições, horários, trocas de fralda… tudo tentando manter ao máximo a rotina.

Ela ama passear, quando a gente pega ela no colo e passa da porta para fora ela já sorri! Adora o movimento do carro e sempre dorme no caminho, portanto a parte da agitação dela não me impede de sair.

O que dá um trabalho fora do normal é preparar tudo, bolsa, leite, papinha, fruta, fraldas e tudo mais que a gente precisa levar. Normalmente eu esqueço algo, pomada, lenço, mamadeira para água, sempre esqueço algum detalhe importante.

Outra coisa que faz com que eu não saia com tanta frequencia com a Sarah é o peso dela. Ela está muito pesada e ainda não está sustentando totalmente o corpo e nem segura em mim, portanto não é uma tarefa muito fácil.

Tirando esses contratempos é muito gostoso passear com ela… Ela fica extremamente boazinha, não chora nadinha, mama direitinho e adora ficar olhando as novidades.

Enfim, a questão dos passeios acho que varia de criança para criança, a Sarah adora e não fica agitada nem no dia do passeio e nem no dia seguinte.

Bjus queridos do meu coração!!!

 

Technorati Marcas:

 

domingo, 26 de dezembro de 2010

Primeiro Natal + Primeira gripe!

 

Oi gente como foram de Natal?

 

Por aqui fomos mais ou menos… O Natal em si foi bom o que não foi muito legal é que a Sarah teve sua primeira gripe forte.

 

Sim, apesar dos pesares ela nunca tinha ficado doente de verdade, o máximo tinha sido uma febrinha de 38 por causa das vacinas e a chatice por causa dos dentes nascendo… teve também uma conjutivite quando era RN mas tudo muito singelo perto dessa gripe.

 

Aqui em casa todos pegaram uma gripe muito forte, meu pai, minha mãe, o Diego, meu irmão… apenas eu não fiquei doente. E como a Sarah convive bastante com todos que estavam gripados, não deu outra: Na madrugada do dia 24 para 25 ela começou com uma febre de 38 e a acordar chorando assustada. E eu sabia que o bicho ia pegar…

 

Durante todo o dia 25 ela ficou com febre, levamos duas vezes ao PS, sendo que a segunda vez mais pareceu uma novela mexicana. O médico nos atendeu, mediu a febre que estava 38.6, examinou todinha e pediu alguns exames. Sangue, urina e dois raio X. Até aí tudo bem, o problema foi a urina, eles colocavam um coletorzinho de plástico muito do vagabundo e o negócio descolava, foram 3 e nada até que quando ia para o quarto resolvi conversar com o médico, se não dava pra ele dar uma olhada na chapa e no exame de sangue e se realmente desconfiasse que pudesse ser a urina que a gente fizesse.

 

PAUSA PARA EXPLICAÇÃO

Porque eu não queria fazer a urina:

Primeiro: O coletor simplesmente não ficava nela, era muito fajuto e de tanto a enfermeira tirar e colocar estava machucando a vagina dela e eu não aguentava mais aquela tortura de tirar e colocar aquele negócio nela!

 

Segundo: Ela estava chatinha, com febre e chorando horrores nos hospital, super-assustada, fazia mais de quatro horas que a gente estava lá! Ela não queria mamar, nem dormir, estava sofrendo sabe e vocês sabem que mãe não suporta ver os filhos assim nesse estado.

 

Terceiro: Eu tinha certeza que era só gripe e que o exame de sangue descartaria outras infecções mais graves.

 

DESPAUSA

 

Porém o médico era uma ANTA! Sendo bem educadinha porque a minha vontade é de falar outras coisas menos politicamente corretas!

Disse que não queria nem saber e que só olharia os outros exames com o resultado da urina.

Tentei conversar com ele e com a enfermeira e ninguém me deu uma solução decente, então viemos embora sem o resultado dos exames! Ou seja, horas e mais horas perdidas por causa de um médico sem sensibilidade nenhuma!!!

 

Ao chegar em casa continuamos dando o remédio que o primeiro médico receitou (e não ajudou muito porque a febre não abaixava!), demos banho com álcool e a febre cessou, até agora não teve mais, estou monitorando, mas parece que já está melhorzinha.

 

Como está sendo medicada?

- 10 gotas de dipirona quando tem febre.

- 1 jato de Salsep em cada narina de 3 em 3 horas.

- Inalação com soro fisiológico a cada 4 horas.

 

Esse foi o tratamento prescrito pelo primeiro médico, porém como a febre ficou alta o dia todo levamos à noite denovo, foi aí que aconteceu toda essa odisséia.

 

Enfim, eu não devia ter ido lá a segunda vez, só judiou dela, mas como todo mundo sabe, pai e mãe de primeira viagem se apavora com tudo e eu prefiro pecar pelo excesso do que pela falta.

 

O NATAL

Vamos falar da parte legal agora:

Na noite do dia 24 fomos à missa, acho que já comentei aqui que sou católica e canto na igreja. Foi muito bonita a celebração e eu estava muito feliz por celebrar o primeiro natal junto com a minha pequena.

 

Depois fomos cear na casa de uma amiga, teve amigo secreto e estava tudo muito gostoso.

 

Depois voltamos pra casa e ela ganhou alguns presentes, não tenho fotos ainda porque ela ficou doentinha, mas em breve coloco para vcs verem como ela está fofa e espertinha e adorou todos os presentes.

 

Bom, esse foi o nosso Natal que apesar de tudo foi muito bom por termos conosco nosso maior presente!!!

 

Bjo a todos e vou me atualizar nos bloguinhos!!!

 

Technorati Marcas:
terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Resultado do sorteio do fotolivro!

Oi gente!

 

Então foi hoje o sorteio do fotolivro hein?

 

Antes de dizer quem ganhou, vou colocar em ordem os nomes de todas que concorreram para vocês conferirem ok?

 

01 – Evellyn Rabelo

Marabá – PA

evellynrabelo@hotmail.com

Blog: http://paginasdaminhavidaa.blogspot.com/

 

02 – Cássia Fracacio

Curitiba – PR

cassiafracacio@gmail.com

Blog: Não compartilhou

 

03 – Aline Milanez

São Paulo – SP

milanez.aline@gmail.com

Blog: Privado

 

04 – Ana Paula Soares

Araraquara – SP

ana_paulasoares@hotmail.com

Blog: http://mamaequetrabalha.blogspot.com/

 

05 – Rosangela

São Paulo – SP

romagaby@hotmail.com

Blog: http://fechandoafabrica.blogspot.com/

 

06 – Jacqueline

Rio de Janeiro – RJ

jakinhaandrade@oi.com.br

Blog: http://jacquelinefayao.blogspot.com/

 

07 - Jacqueline

Rio de Janeiro – RJ

jakinhaandrade@oi.com.br

Blog: http://jacquelinefayao.blogspot.com/

Obs: Está concorrendo duas vezes porque divulgou o sorteio no blog.

 

08 – Juliana Carneiro

Volta Redonda – RJ

aninepinheiro@gmail.com

Blog: http://experienciadecadadia.blogspot.com/

 

09 – Natacha

São Paulo – SP

natacha.gr@gmail.com

Blog: http://babiesanddots.blogspot.com

 

10 – Marcela Lusia

Olinda – PE

marcelalusia@yahoo.com.br

Blog: http://marcela-lusia.blogspot.com

 

11 – Cláudia

Guarulhos – SP

E-mail: Não deixou

Blog: http://claudinhaarts.blogspot.com

 

12 – Cintia Teles

Nova Iguaçú – RJ

cintia0801@hotmail.com

Blog: http://cintiafofy.blogspot.com/

 

13 - Cintia Teles

Nova Iguaçú – RJ

cintia0801@hotmail.com

Blog: http://cintiafofy.blogspot.com/

Obs: Está concorrendo duas vezes porque divulgou o sorteio no blog.

 

14 – Vanessa Schneider

Novo Hamburgo – RS

vanessasch_nh@yahoo.com.br

Blog: http://vanessaschmamae.blogspot.com

 

15 – Thais Scavassa

São Paulo – SP

thais.scavassa@bol.com.br

Blog: http://dudueeu.blogspot.com/

 

16 – Ana Paula Santos

Cuiabá – MT

apaula_1984@hotmail.com

Blog: http://anaecadu.blogspot.com/

 

17 – Rosi Costa Caleffi

São Paulo – SP

rosimarycosta@hotmail.com

Blog: http://mundinhodarosi.blogspot.com/

 

18 – Maria Thereza da Silva Pinel

Belo Horizonte – MG

mtspinel@hotmail.com

Blog: http://mamae-pinel.blogspot.com

 

19 – Marina Queiroz

Salvador – Bahia

marinasqueiroz@hotmail.com

Blog: http://retratoquefala.blogspot.com

 

20 – Rosangela

Belo Horizonte – MG

ro.fsilva1@gmail.com

Blog: http://roscraps.blogspot.com

 

21 - Rosangela

Belo Horizonte – MG

ro.fsilva1@gmail.com

Blog: http://roscraps.blogspot.com

Obs: Está concorrendo duas vezes porque postou sobre o sorteio no blog.

 

22 – Juliana M. Andrioli Ulian

Bauru – SP

andrioli_ju@hotmail.com

Blog: http://descobrindominhagravidez.blogspot.com

 

23 – Camila Pinheiro de Lima

Itapevi – SP

lizzieninive@yahoo.com.br

Blog: http://lizziexcamilinha.blogspot.com

 

24 - Camila Pinheiro de Lima

Itapevi – SP

lizzieninive@yahoo.com.br

Blog: http://lizziexcamilinha.blogspot.com

Obs: Está concorrendo duas vezes porque divulgou o sorteio no blog.

 

25 – Suelen Casaroti

Limeira – SP

su.casaroti@hotmail.com

Blog: http://eunascipraamarvcs.blogspot.com

 

26 - Suelen Casaroti

Limeira – SP

su.casaroti@hotmail.com

Blog: http://eunascipraamarvcs.blogspot.com

Obs: Está concorrendo duas vezes porque divulgou o sorteio no blog.

 

27 – Adriana de C. Matielo

Osasco – SP

adriana.matielo@gmail.com

Blog: http://maebipolar.blogspot.com

 

28 – Darciane Assing

Joinville – SC

darci_ane@terra.com.br

Blog: Não divulgado

 

Se alguém esqueceu de me mandar o link da divulgação, desculpe, porém consultei quem colocou nos comentários que divulgou.

 

E a sortuda foi: Suelen Casaroti

Parabéns querida!!!

Estarei te enviando um email para dar as instruções de como enviar as fotos ok?

 

Muito obrigada a todas que participaram, fiquei muito feliz!!!

 

randonBjus e até a próxima postagem!

 

Technorati Marcas:
segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Para minha linda amiga secreta!

Gente, eu amo o mundo da blogosfera, amo de paixão todas as amigas que fiz aqui, adoro saber dos bebês que acompanhei toda ou boa parte da gestação e até mesmo aqueles que eu conheci depois de nascidos, torço com o coração para que todas as treinantes consigam suas bênçãos e fico emocionada quando descubro que alguma conseguiu realizar o sonho.

O blog da minha amiga secreta foi uns dos primeiros que conheci quando engravidei e comecei a frequentar o e-family. Ela era assídua, tinha muito boa vontade e respondia as perguntas de todas. Quando criei meu blog logo adicionei o dela e comecei a acompanhar o dia-a-dia daquela gravidez tão esperada. Ela foi treinante por um bom tempo.

De cara me apaixonei pelo jeito dela falar, sempre sincera, bem humorada, sabe aquela pessoa que você vem olhar todo dia sua lista de blogs esperando uma postagem dela? Aquela pessoa que você sabe de tudo que aconteceu e acontece porque considera demais?

Tenho sentimentos por ela e pelo lindo bebê que ela tem que nem por pessoas que estão do meu lado todo dia eu tenho. Amo de paixão tudo que ela escreve e as fotos lindas que posta do seu presentão.

Quando entrei no blog dela pela primeira vez, lí todinho em um dia, desde quando ela começou a treinar até o dia que recebeu seu lindo positivo!!! Me emocionei demais com a felicidade da descoberta e acompanhei de perto a gravidez e fiquei mega feliz quando ela ganhou o baby.

A admiro demais por ser decidida, ter opinião formada, falar de assuntos que muitas tem medo e de assumir pra todo mundo o que é e o que gosta sem ter medo dos comentários maldosos.

Adoro quando ela comenta no meus posts, porém entendo que ultimamente ela não tenha tempo, mas eu sei de coração que ela também lê meu blog.

Ela escreve bem demais e o seu blog está se tornando cada dia mais popular e ela merece.

Bom, vamos acabar o suspense né?

Vou dar algumas dicas, adivinhem sem ler o final tá?

- Ela foi uma grávida linda e continua sendo mamãe linda;

- É mãe de um meninão mega fofo e esperto;

- Tem um cachorrinho travesso que às vezes a tira do sério;

- Mora no quintal da mãe;

- É vegetariana;

- Esteve doente há um tempo atrás e quase nos matou de preocupação!!!

- Posta quase que diariamente;

- Seu bebê tem 6 meses igual a Sarah;

- E ele se chama: Vicente!

Sim eu tirei a Débora mãe desse tesouro que é o Vicente. Um bebê lindo, esperto e super fofo!!!

Amei tirar você amiga, foi muito especial, gosto de você demais mesmo sem te conhecer, tenho muita admiração pelo que quer ensinar ao teu filho, muita coisa também quero ensinar a minha filha e tenho certeza que conseguiremos.

Parabéns por ser essa pessoa tão querida e espero que essa nossa amizade dure para sempre porque foi muito bom te conhecer e conhecer essa família linda que você está formando.

Torço demais por vocês, amamos muito vocês!

Isso é o que eu queria te falar é do fundo do meu coração!!!

Um belo e feliz natal para você, o Vicente e o Willian!

Renata/Sarah/Diego

Technorati Marcas: Amiga secreta

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Completamos seis meses!!!

Oi gentchi!

Sim, o que parecia muito distante aconteceu dia 11/12, Sarah completou seis meses!!! Quando me descobri grávida, essa data para mim parecia que demoraria ainda uma eternidade.

E hoje estamos aqui, com uma bebezona de seis meses.

Como ela evoluiu, aprendeu coisas novas e me ensinou muito também. Eu sempre fui muito impaciente e ela me ensinou que ser mãe é ter paciência. Me cansava muito fácilmente e hoje carrego oito quilos no colo por um longo tempo e de ônibus para levá-la ao pediatra e adoro!!!

São dois exemplos bobos para ilustrar como sou outra pessoa hoje... muito melhor!

Falando do desenvolvimento...

- Pega todos os objetos com muita firmeza.

- Olha sem errar para o lado de onde vem o barulho.

- Já atende quando a chamamos pelo nome.

- Adquiriu firmeza no pescoço e tronco, fica bem em pézinha já.

- Está totalmente adaptada à alimentação e gosta de tudo, até hoje não recusou nada que eu dei.

- Continua dormindo maravilhosamente bem à noite.

- Durante o dia o sono é uma luta (assunto para um post à parte).

- Está com 70 centímetros, bem grande para uma menina.

- Dá gargalhadas deliciosas quando brincamos com ela.

- Senta sozinha se está encostada em algo.

O pediatra a gente trocou... Tive um problema e precisei reagendar a consulta e a médica simplesmente não aceitou, como eu não gostava muito dela mesmo aproveitei e troquei. A nova consulta é dia 22/12 vamos ver se esse é melhor.

O sorteio do fotolivro vai até dia 20/12 hein gente, ainda dá tempo de participar!!! Se ainda não se inscreveu, clique aqui.

IMG_0002

Sentada na pia da casa da vovó

 

IMG_0006

Olha como estou durinha!!!

Bjus meus amores e até a próxima!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Sorteio fotolivro aqui no blog!


Olá meus amores!

Já faz um tempinho que venho querendo realizar um sorteio aqui no blog, para presentear minhas seguidoras queridas que desde sempre acompanham meus dilemas e alegrias da maternidade.

Para comemorar o primeiro aninho do blog (tá, já faz um tempinho que ele fez aniversário rsrsrs) resolvi sortear um fotolivro!

Já comentei aqui que estou trabalhando no ramo de fotografia e design e a diagramação de fotolivro é um dos ramos da nossa atividade, portanto achei legal sortear porque é um presente lindo e uma forma de divulgar nosso trabalho também.

O sorteio vai funcionar da seguinte maneira:

- As inscrições vão até dia 20/12;
- Para concorrer uma vez basta ser seguidora do blog;
- Para concorrer duas vezes basta divulgar o sorteio no seu blog e me enviar o link da postagem;
- Precisa comentar no final deste post com nome, blog, cidade/estado e email;
- Se for mamy ganha um fotolivro Disney (Mickey para menino e Princesas para menina);
- Se for gravidinha ganha um fotolivro diagramado especialmente neste tema;
- Se for treinante pode escolher o tema: casamento, pessoal...;
- O sorteio vai ser feito pelo randon.org;
- Antes divulgarei os números de cada uma;
- A data do sorteio é dia 21/12 e no mesmo dia divulgo a ganhadora;
- Só serão aceitas inscrições no Brasil;
- O presente será enviado na segunda semana de Janeiro, para dar tempo de tratar as fotos e diagramar o fotolivro.

Acho que lembrei de tudo rsrsrsrs. Caso tenha esquecido de algo ou tiverem alguma dúvida me falem ok?

É isso aí gente vamos se inscrever, ficará lindo o resultado!!!

Mil beijos!
quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Série de posts sobre o diabetes: Minha vida com a medicação!

Olá queridas e queridos, tudo bem?

Bom, hoje vou dar continuidade aos posts sobre o diabetes, falarei sobre como é minha vida com a medicação para o controle da glicose.

Bom, quando descobri o diabetes, a médica não tinha certeza absoluta sobre qual tipo eu tinha, se era tipo 1 ou tipo 2. Portanto, decidiu me receitar comprimidos ao invés de insulina para ver se dava resultado. Durante um ano mais ou menos deu, eu conseguia um controle razoável tomando 4 comprimidos ao dia. Porém depois de um ano minha glicemia descontrolou geral, os remédios não faziam mais efeito e eu comecei a ter todos os sintomas de quando descobri a doença. Fui parar no hospital e passei nove dias internada.
O médico me explicou que esse ano usando comprimido foi uma fase que eles chamam de "Lua de mel", um período curto de tempo depois da descoberta da doença que o organismo ainda fabrica (pouco mas fabrica) uma quantidade de insulina e que no meu caso depois de um ano o pâncreas parou totalmente de fabricar, foi aí que o comprimido não resolveu mais.

Depois da alta do hospital, passei a conviver com as injeções de insulina. No começo é difícil, porque o controle de insulina exige que se pique o dedo várias vezes por dia para verificar o valor da glicose antes de tomar insulina para evitar as temidas hipoglicemias (falta de açúcar no sangue). Fora que as picadas são quase indolores mas de vez em quando os locais inflamam...

Não reclamo, porque poderia ser pior, poderia ser uma doença sem cura e que não tivesse nenhum remédio para controlar, tomando meus remédios corretamente tenho uma vida praticamente normal, não tenho vergonha de tomar insulina em locais públicos, se eu preciso tomar, tomo sem crise mesmo.

São várias picadas ao dia, tanto nos dedos como no corpo, porém isso é vital para que eu vença essa batalha.

Não é fácil, mas não é impossível!!!

Por hoje é isso!!! Volto depois com outro tópico.

Bjus amores!!!
segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Novidades sobre a Sarah!

Oi gente tudo bem?

Dei uma sumida né? Mas é que as coisas deram uma pirada por aqui... Vou contar porque!

De uns dias pra cá a Sarah se tornou um bebê extremamente difícil. Ela nunca dormiu muito durante o dia, mas passou a não dormir nada e a chorar o tempo todo. Não queria ficar no carrinho, nem na cama, nem em lugar nenhum que não fosse o colo. E de pé andando pela casa, nada de sentar com ela ou ficar em pé parado em algum lugar.

Notei que ela estava babando muito mais que o normal e colocando a mão o tempo todo na boca. Quando a gente pegava ela no colo, ela tentava morder a gente e quando não conseguia se irritava. Aliado a tudo isso a gengiva inchou muito e dá pra ver que alguns dentes estão descendo na gengiva. Acho que ainda vão demorar a nascer, mas já estão dando o ar da graça e ela está muito chata devido a isso.

Aí pra terminar de aterrorizar o calor chegou de forma avassaladora, muito calor e ela que é bem gordinha, sua o tempo todo e tem tomado vários banhos por dia, deixo ela só de fralda e mesmo assim só falta derreter.

Minha casa é bem quente, então vivi dias de terror com tudo isso junto.

Tirando esses detalhes ela está linda e cada dia mais esperta, aprendeu várias coisinhas novas nesse meio tempo:

- Está bem mais durinha, já consegue ficar em pé quando a gente segura.
- Já senta com mais firmeza, ainda com apoio mas senta.
- Aprendeu a virar de bruços.
- Faz força para levantar quando está deitada na cama.
- Dá muitas gargalhadas quando a gente brinca com ela.
- Pega todos os brinquedos.
- Já sabe tirar e colocar a chupeta na boca.
- Experimentou água de coco pela primeira vez e amou.
- Adorou a árvore de Natal que montamos e os pisca-piscas.

Enfim, está dando mais trabalho, mas quando ela olha pra mim e dá aquela gargalhada eu esqueço de tudo e fico mais apaixonada ainda por essa pequenininha.

Bjus amores, vou visitar os cantinhos de vocês agora!
quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Demissão e daqui pra frente.

Olá queridos e queridas tudo em ordem?

Por aqui estamos bem... Apesar da demissão do emprego.

Digo apesar porque foi uma coisa de comum acordo. Eu pedi pra ser demitida e eles me demitiram sem reclamar, logo imagino que eu já ia ser demitida mesmo, pedindo ou não.

Não é que não queira mais trabalhar, longe disso, amo trabalhar e amo mais ainda minha profissão, mas é que o local onde trabalhava era totalmente inviável para a jornada dupla profissional-mãe.

Moro em Guarulhos e trabalho no Tucuruvi, ambos em SP. Porém a distância entre um e outro é bem grande. Em média demorava duas horas para ir e três horas para voltar, tudo por causa do trânsito caótico dessa cidade. Saía de casa as 7:00 da manhã e chegava por volta das 21:30 ou 22:00 isso quando não chovia. Agora pensem comigo: Minha filha ia esquecer que sou mãe dela, já que ela dorme por volta das 21:00 e não acorda mais antes das 7:00. Sentiram o drama???

Olhando por esse lado e analisando muito bem as minhas prioridades (e a Sarah é prioridade máxima no momento!), resolvi sair de lá e procurar algo mais perto da minha casa e com um horário melhor.

Vou ficar mais alguns meses em casa e depois vou procurar emprego.

Isso se o meu mais novo projeto não der certo.

Que projeto é esse?

Entrei em sociedade num projeto no ramo de fotografia. Esta sempre foi uma área que me interessou. Estou responsável pela parte de edição das imagens e tudo que envolve divulgação do projeto. Tudo que se refere à parte gráfica fica comigo. Também comprei uma câmera digital profissional e estou tendo aulas de fotografia, sendo assim logo poderei fotografar também. Já temos clientes. Sábado passado fotografamos um casamento e foi uma experiência sem igual, adorei, vou gostar muito de trabalhar nessa área.

Estou desenvolvendo um blog com todas as informações e assim que estiver pronto venho aqui divulgar. Claro que vamos oferecer algumas promoçõezinhas para vocês que me seguem.

Enfim, agora é torcer pra essa nova empreitada dar certo, já que a maioria dos eventos são de fim de semana e não precisarei ficar muito tempo longe da minha pequetita.

Acredito que tomei a decisão acertada, nesse momento ninguém precisa mais de mim do que minha bebêzinha e as descobertas da vida dela serão únicas, se eu não estiver perto, não terei como voltar no tempo.

Torçam por mim???

Bjus meus amores, em breve atualizo minhas visitas aos bloguinhos de todas!!!
segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Vamos esquentar mais ainda a polêmica da Mãe Vaca!

Oi gente tudo bem?

Acredito que todo mundo já tomou conhecimento da matéria da Mãe Vaca que um jornal conceituado publicou e gerou um boom de posts pela blogosfera... Lí muita coisa em vários blogs e resolvi falar também, pois preciso falar do lado que não consegue amamentar por algum problema sério e não por vaidade, como foi publicado na matéria.


Tomei conhecimento dessa matéria no blog da Débora do Esperando Vicente, lí a matéria, o post dela e concordei que estava-se fazendo uma tempestade num copo (bem pequeno) de água. A jornalista está sendo criticada por defender o lado das mães que não conseguem amamentar.

Quero deixar bem claro que sou totalmente a favor da amamentação exclusiva até os seis meses de idade, que conheço muito bem os benefícios do leite materno e que meu maior sonho de grávida era poder amamentar minha filha, tanto que não tinha nenhuma lata de LA em casa quando ela nasceu, nem muito menos conhecia marcas e outras peculiaridades das fórmulas infantis. Eu tinha convicção que amamentaria e não precisaria dar LA. Achava muito natural e que quem não amamentava era porque não queria.

Muita coisa a gente só aprende quando vive a situação...

Eu tinha colostro pingando nos seios desde os oito meses de gestação, comentei isso aqui no blog. Sarah nasceu de cesárea, não mamou em mim quando nasceu, mesmo assim meus peitos encheram de empedrar no terceiro dia do parto. Portanto eu tinha leite aos montes, com certeza estaria amamentando até hoje senão fosse o problema da UTI.

Já contei a história da UTI e já falei o porque do meu fracasso com a amamentação, gente, só eu sei como ainda sofro por não ter conseguido amamentar. Sarah mamou em mim raras vezes e por pouquíssimos minutos. Saiu da UTI - Neo totalmente acostumada com a mamadeira. Claro! Foi o primeiro bico com o qual ela teve contato. Bico de silicone não tem gosto, pele humana tem, ela sempre odiou o bico do meu seio.

Foram dias de choro dela e meu, dias sem dormir porque ela sentia fome, mas eu fui teimosa e tirei com a bombinha até mais de 3 meses. Depois disso meu leite reduziu drasticamente e tive que apelar para o LA. Ainda tenho resquícios de leite. Quando aperto o bico sai leite, insuficiente para tirar com bombinha, sei que se ela sugasse ele voltaria, mas não tem jeito, ela odeia o gosto do bico, faz careta. Confesso que de vez em quando coloco ela no peito, ela recusa, mas a sensação é tão boa do contato entre nós duas.

Queria muito estar amamentando... Amei profundamente as poucas vezes que ela mamou em mim, que sensação sublime! Mas eu NÃO CONSEGUI! E não foi vaidade.

Claro que não concordo que uma mãe não amamente seu filho porque quer ir para a balada, porque quer tomar bebida alcoólica, porque acha que os peitos vão cair, porque leite materno é vida! Se fosse dispensável não brotaria de todas as mulheres, o bebê merece ser amamentado, mas há casos que isso não é possível e essas campanhazinhas superficiais que só mandam amamentar só pioram a situação.

Tenho trauma dessa experiência e tenho também uma profunda mágoa no meu coração que não sei se um dia irá sarar. Muitas vezes me senti inferior as outras mães porque não consegui amamentar. Não tenho aquelas fotos lindas da Sarah mamando como muitas tem...

Tem muito blog xiita por aí tacando pedra na mulher, tudo bem, ela pode ter sido infeliz nos termos que usou, mas ela tentou mostrar o outro lado da moeda.

Parabéns mamães que conseguiram, mas não quer dizer que sou menos mãe ou amo menos minha filha porque ela não mamou em mim. Amo ela igualzinho a todas que amamentaram.

Mães que não amamentaram também tem sentimentos, não somos de pedra, não somos monstros e nossos filhos não são coitadinhos vítimas do veneno que é o LA (tem gente que acha que ele mata rsrsrsrs).

Eu ia falar de outro assunto hoje, mas queria deixar minha opinião registrada para a posteridade.

Desculpem a sinceridade, mas tinha que falar.

Bjus amores, amanhã volto com um assunto mais leve rsrsrsrs.
quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Como estamos aos cinco meses....

Oi gente tudo bem?

Sei que andei sumida por esses dias, mas é que além da correria característica das mães de bebêzinhos o meu speedy resolveu morrer essa semana... Só voltou ontem à noite!

Bom, tenho milhares de novidades, mas terei que postar aos poucos, pois é muita coisa para um post só, portanto hoje falarei um pouco de como está nossa rotina aos cinco meses.

Dia 11 desse mês minha fofinha fez cinco meses, nossa como o tempo está passando rápido, daqui há pouco ela faz um ano o.O!

Alimentação: Está totalmente adaptada aos sucos, frutas e sopa. Não sente mais cólicas com nenhum alimento. Está almoçando, comendo papinha doce de sobremesa, tomando sucos e cházinhos nos intervalos para hidratar. Odeia água (mas eu insisto, tem que beber oras!). Logo, logo estará jantando também. Não recusa nenhum alimento, tudo que dei até hoje ela comeu e olha que coloco de tudo na sopinha. Também adora frutas, comeu todas que dei até hoje. Menininha comilona essa rsrsrsrs!

Sono: Continua uma maravilha. Dorme definitivamente por volta das 23:00 e só acorda entre 7:00 e 8:00 da manhã. Não acorda na madrugada. Eu que acordo toda hora pra ver se ela está coberta, se não está de ponta cabeça no berço kkkk, enfim, a neurótica que não dorme direito sou eu mesmo, porque ela dorme como um anjinho.

Rotina diurna: Tira uma soneca curta antes do almoço e outra bem longa à tarde. Assiste desenho e brinca com seus brinquedinhos enquanto eu faço as coisas da casa. Ama o móbile do berço, fica horas olhando pra ele e sorrindo.

Desenvolvimento: Está bem durinha, sustenta bem o pescoço e o corpo, as pernas estão endurecendo e ela já quer subir na gente quando seguramos ela em pé. Se colocada de bruços vira sozinha pra cima, ainda não faz o contrário mas já tenta. Não quer mais ficar deitada, só sentada ou em pé no nosso colo. Ainda não senta sozinha, só com apoio. Come as mãozinhas o dia todo, às vezes coloca o dedo na garganta e vomita (aijesus), já segura objetos sozinha e os leva a boca (perigo!). Se colocamos meio deitada no carrinho fica fazendo força para levantar. Já reconhece as pessoas da família, dá gargalhadas muito gostosas mas por enquanto só pra quem ela tem intimidade kkkkk! 

Refluxo: Ainda tem um pouco, só fica melhor com o Aptamil anti refluxo, nem adianta dar de outro que ela vomita o tempo todo. Não vejo a hora disso passar.

Fraldas: Já estamos na G! Comprei uma marca genérica pra usar durante o dia e durante a noite usamos Pampers Noturna e Diurna, também uso essa pra sair pra não correr o risco de vazamentos. As roupas também já estão no G e 1 senão ficam muito apertadas.

É muito bom poder acompanhar o desenvolvimento dela, ver que está crescendo saudável, que é uma criança esperta e inteligente. A cada descoberta a gente também se descobre também. Ter filhos é muito bom, agradeço a Deus todos os dias por ter me dado essa oportunidade. É redundante dizer que meu amor por ela só cresce a cada dia.

Bom, por hoje é só, vou tentar visitar o cantinho de todas.

Em breve volto com mais novas.

Fotitas da pequerrucha!



Bjus nos corações e coraçõezinhos!
quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Sarah é fruto de milagres!

Oi gente!

Já devia ter escrito sobre isso há muito tempo, mas sempre tenho outros milhões de posts em mente e acabo deixando esse pra depois.
Mas agora vou falar sobre a minha visão espiritual de como tudo aconteceu desde o momento que decidi que queria ter um filho.

Já falei aqui até mais de uma vez como tudo aconteceu sob o olhar da medicina, sob o olhar da razão, o olhar dos homens. Nunca falei sobre minha visão de fé sobre tudo o que passei até ter meu anjo em casa comigo.

Desde que casei sonhava em ter filhos. Na época eu ainda não tinha diabetes. Porém queria fazer faculdade e estruturar melhor nossa vida para depois tomar essa decisão. Os anos se passaram e eu me vi diante dessa doença que muda totalmente nossa vida. No começo me revoltei, chorei, fiquei depressiva, não acreditava nisso, mas Deus me mostrou que tudo na nossa vida tem um propósito e que tudo isso me faria crescer e amadurecer muito.
Porém os médicos são bastante céticos e cautelosos quando o assunto é gravidez em diabéticas. Pois os riscos de complicações graves são inúmeros, se ficarmos pensando em tudo que pode dar errado a gente nem tenta ter filho, porque as possibilidades de ter problemas são maiores do que as possibilidades de tudo dar certo 100% no final.
Li bastante, me informei e procurei associações de diabéticos e médicos um pouco menos "medrosos" que pudessem me ajudar. Fiz a prevenção durante seis meses, controlei as taxas e comecei minha vida de "treinante".
Sou muito ansiosa, quando quero uma coisa não sei esperar e quando decidi que queria ter filhos, tive muito medo de ter que esperar muito tempo, porque sabia que talvez eu não suportasse essa espera.

Treinamos no meu período fértil de Setembro/2009. Agora era só esperar o atraso da menstruação. Porém, eu não achava que tinha conseguido no primeiro ciclo, porque o diabetes também dificulta a fertilidade, eu poderia ter sérios problemas de fertilidade devido a isso.

Sou católica praticante. Vou à missa todos os domingos, canto na igreja, enfim vivo intensamente a minha fé e acredito que Deus rege a nossa vida. Acredito fielmente em milagres. Já os vi acontecer diante dos meus olhos.

No dia 12 de Outubro de 2009 estava na igreja ajudando na festinha das crianças e eu estava tão mexida com essa história de bebê que estava maravilhada por estar cercada de crianças e encantada com a pureza e inocência delas. Lembro como se fosse hoje: Quando o padre levantou o pão da eucaristia no momento da consagração eu pedi de todo coração que o Senhor me desse um filho. Aquela missa foi muito intensa na minha experiência de me tornar mãe.

Nove dias depois estava eu com o resultado do teste de gravidez positivo, tenho certeza que o Senhor me agraciou porque eu consegui meu bebêzinho na primeira tentativa, mesmo tendo um problema que prejudicava a fertilidade.

Minha gravidez foi abençoada, não tive nenhuma complicação, meus exames eram sempre todos normais.

No dia do meu parto, a igreja da qual faço parte se reuniu em oração horas antes da cirurgia e a mesma correu com tanta tranquilidade que tenho toda a certeza que foi Deus quem me operou e fez com que tudo corresse maravilhosamente bem.

A Sarah foi conduzida à UTI Neo-natal devido à uma complicação prevista do diabetes (hipoglicemia fetal) e quando minha mãe foi visitá-la e conversar com a pediatra de plantão a mesma disse que além da hipo a Sarah tinha um grave problema de coração causado pelo meu problema de diabetes e que seria ligada à monitores cardíacos e de respiração, que faria exames para constatar a gravidade da lesão no coraçãozinho da minha pequena.
Só fiquei sabendo disso quando tive alta, minha mãe não me contou, tinha medo da minha reação e disso afetar minha recuperação da cirurgia.
Dois dias depois ela teve icterícia grave e beirou à transfusão de sangue. Esse tipo de icterícia costuma deixar sequelas neurológicas irreversíveis.
O que aconteceu diante de tudo isso? DEUS A CUROU DEFINITIVAMENTE DE TUDO!!!
No sétimo dia de internação a médica me disse estar preocupada com os níveis da bilirrubina dela que não abaixavam nem com o banho de luz super intenso que ela estava tomando.
No dia seguinte a bilirrubina SIMPLESMENTE NORMALIZOU!!! Ela não soube explicar o que aconteceu, mas eu sei...
A hipoglicemia cessou e o ecocardiograma deu ABSOLUTAMENTE NORMAL!!!

É milagre demais na vida de uma pequena só.

Hoje ela cresce linda, feliz e se desenvolvendo perfeitamente sem nenhuma sequela de tudo que passou naqueles terríveis dias de internação.

A mim isso tudo apenas fortaleceu, me fez uma pessoa muito mais desprendida de coisas sem importância e que acredita infinitamente mais em Deus.

Bom, essa é a história do meu tesourinho segundo a fé que sinto no meu coração. Agradeço à Deus todos os dias por ter me dado a graça de ser mãe, de viver o amor sem limites, de ter um coração batendo fora do meu peito.

Te amo meu Senhor, acima de tudo! E obrigada pelas bênçãos derramadas abundantemente em nossas vidas.

"Espera no Senhor, confia Nele e Ele tudo fará!".

Fotitas da princesinha...


De frufrus no cabelinho!


Olha como eu tô fofa!
 
Gosto muito da minha pepêzinha!

De macacão de bolinhas!

Então é isso meus amores, vou tentar agora passar no cantinho de todas!

Bjus e até a próxima.
quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Série de posts sobre o diabetes: Os tipos de diabetes.

Oi gente!



Ainda consternada demais com a despedida precoce do Theo, porém precisamos continuar não é mesmo?

Hoje vou continuar os posts sobre o diabetes falando sobre os tipos de diabetes (sim, são mais de um, eu também não sabia rs...).

Diabetes tipo I, juvenil ou insulino-dependente: É o meu caso. Este tipo de diabetes não é hereditário, é uma síndrome de causa ainda desconhecida. Ela se dá porque de repente, sem uma causa aparente, os anti-corpos do nosso organismo começam a destruir as células beta  do pâncreas (órgão responsável pela produção da insulina através dessas células). Sua descoberta é muito rápida porque quando o pâncreas para de produzir insulina, o corpo entra em colapso porque sem insulina nosso corpo não consegue colocar a glicose consumida para dentro das células do sangue que por sua vez enfraquecem e não conseguem realizar o seu fluxo normal e por consequência todos os órgãos do corpo sofrem com isso, então logo os sintomas começam a aparecer e se não for descoberta a tempo pode levar à uma complicação grave chamada cetoacidose diabética que leva rapidamente ao coma e à morte se não houver a devida estabilização do organismo. Eu descobri o diabetes por um fio, prestes a entrar em coma (assunto para o próximo post).

Diabetes tipo II: É mais comum em pessoas de idade avançada e obesos. É hereditária. Acomete pessoas que tem hábitos alimentares ruins, sedentarismo. No caso dos idosos, acontece porque durante toda a vida a pessoa abusa dos alimentos com muito carboidrato (que vira glicose no sangue) e quando a idade chega o pâncreas começa a produzir uma insulina de má-qualidade que não é suficiente. No caso dos obesos, a gordura excessiva dificulta a ação da insulina no organismo, nestes casos, um regime e o emagrecimento pode controlar ou até mesmo curar a doença. Antigamente era exclusividade destes dois grupos, porém hoje em dia devido a má alimentação das crianças e jovens, este tipo de diabetes já esta acometendo pessoas muito novas.

Diabetes gestacional: Acomete as grávidas, pois quando estamos grávidas nosso organismo desenvolve uma resistência muito grande à insulina e isso aliado ao aumento de peso (que dificulta a ação da insulina) e alguma pré-disposição à alterações da glicose desencadeia esse quadro. É um tipo de diabetes que é fácilmente controlável com dieta rígorosa e após o nascimento da criança na sua grande maioria desaparece. Porém serve como um alerta para a mulher que pode vir a desenvolver o diabetes tipo II na sua fase idosa.

Diabetes tipo Lada: Acomete apenas adultos, tem sintomatologia e desenvolvimento parecido com o diabetes tipo 1. Porém ele normalmente é tratado no começo com medicamento oral e no desenvolver da doença precisa migrar para a insulina, o que não acontece no tipo II.

Diabetes insipidus: Um tipo raro de diabetes que não tem a ver com falta de insulina no sangue e sim com uma deficiencia no cérebro que comanda a parte da purificação da urina pelo rim. Seus sintomas são: sede incontrolável e muita excreção de urina extremamente diluída nessa grande quantidade de água. Seu tratamento é diferenciado, com outros tipos de remédio e não insulina.

Tratamento para cada tipo: No caso do tipo 1, o único tratamento que dá resultado é a injeção de insulina, pois o organismo deixa de produzir totalmente esse hormônio (meu caso, tomo de 5 a 7 ou mais injeções de insulina diárias) aliado à dieta. No tipo 2 medicamentos via oral (comprimidos) e dieta controlam a glicose. No gestacional dieta (o mais importante) e em alguns casos insulina já que comprimidos hipoglicemiantes são desaconselhados na gestação. No caso do Lada inicia-se com comprimidos e quando percebe-se a necessidade migra-se para a insulina.

Vale lembrar que o Diabetes ainda não possui cura, uma vez adquirido, o tratamento é para o resto da vida. Porém agradeço a Deus todos os dias por ter uma doença passiva de controle e não uma doença que nem controle tem.

Bom, no próximo post conto como é a minha medicação e minha dieta.

Espero poder ajudar a todos a conhecerem mais este problema.

Bjus e até!
segunda-feira, 25 de outubro de 2010

LUTO!


É entre lágrimas que escrevo este post...

Gente, acredito que vocês que acompanham meu blog conhecem a Aline Bretas mamãe do Theo do blog My baby´s history, portanto devem conhecer a história dela. Quem ainda não conhece pode conhecer clicando aqui.

Eu acompanho sua luta com o seu bebê há um certo tempo, sou testemunha do quanto ela brigou e foi forte durante todo o tempo que o anjo dela esteve doente, mas infelizmente a doença dele foi mais forte e hoje ele partiu para o céu, para os braços do nosso Pai celeste e lá já não sofre mais, não sente mais dor.

Gente, eu fico pensando no tamanho da dor dessa mãe! Meu Senhor, como deve estar o coração dela que tanto lutou, tanto teve fé, tanto acreditou e hoje teve que receber essa notícia que nenhuma mãe deveria nunca ouvir: Seu filho já não está mais entre nós.

São nove meses de gestação, nove meses de sonhos, planos, projetos... Depois um momento sublime em que conhecemos nosso tesouro e tão precocemente ele foi tirado dos seus braços.

Ele tinha hidrocefalia e um tumor no cérebro que foi operado, lutou bravamente pela vida, ela o chamava de guerreirinho (lindo!), foi um choque pra mim ler a notícia de que ele foi alegrar o céu.

A Sarah está dormindo aqui do meu lado e só de imaginar o que a Aline está sentindo agora eu choro, as lágrimas escorrem, não tenho como expressar o que sinto agora, não a conhecia pessoalmente, mas lia tudo que escrevia religiosamente e me apeguei ao Theo e a ela.

Talvez ela não leia o que estou escrevendo aqui agora, mas o que gostaria de fazer nesse momento era dar um abraço apertado e meus sentimentos de mãe que está sofrendo junto com ela. Óbviamente que só ela sabe o tamanho da dor que está sentindo, mas eu sinto no meu coração um pouquinho dela e garanto já é insuportável demais, agora penso nela que está vivendo todo esse tormento.

Senhor, acalenta o coração dessa tua serva fiel que até o fim acreditou. Que nunca desistiu de orar, de confiar, de lutar e que perdeu para a terra um filho, mas ganhou para o céu um anjo guardião.

Meu Pai como estou triste! Como queria que fosse mentira, mas enfim, os desígnios de Deus são insondáveis. Pode parecer covardia dizer isso, mas eu sei que se ela recebeu do Senhor essa criança tão especial e está carregando essa cruz tão pesada é porque ela é especial para Deus e o Senhor dos Senhores a carrega nos braços nesse momento.

Pai eu te peço enxuga as lágrimas dessa mãe, porque o amor que ela sentiu pelo Theozinho é insubstituível.

O que me consola é saber que ele foi curado, pois onde ele está não há dor, não há sofrimento, apenas alegria, felicidade de estar com Deus, no colo dele, olhando pela mãezinha e pelo paizinho que ele deixou na terra.

Que Deus te abençoe Aline, que Deus te abençoe Theo!

Encerro por aqui meu desabafo de mãe que não se conforma em ver outra mãe perder o que tem de mais precioso...
quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Festinha de um ano!

Oi gentem tudo bem?

Por aqui estamos bem, dona Sarah agora come as mãos o dia todo, parece doce gente, muito engraçado!!!
Está cada dia mais linda, grande, esperta, coisa mais fofa da mamain.
Não sei como pude viver sem ela esse tempo todo, o que vivi antes parece não fazer mais o menor sentido.

Mas este post de hoje é pra falar dos preparativos para a festinha de um ano dela.

Antes de ficar grávida, sempre achei bobagem festa de um ano de criança, eu dizia: "Eles não aproveitam, a festa acaba sendo só para os adultos e a criança ainda fica chata e enjoada porque quer dormir e todo mundo quer que ela fique acordada.", enfim, aquela velha história de NÃO FALE BESTEIRA ANTES DE TER SEUS PRÓPRIOS FILHOS!!! Sim, eu admito hoje que falava isso porque não tinha filho e não sabia a importância de celebrar o primeiro ano do nosso maior tesouro. Hoje quero sim fazer uma festa de um aninho para a Sarah, quero que ela veja as fotos quando for grande e quero celebrar o milagre da vida que Deus me concedeu, portanto está decidido ela terá uma festa.

Não será big festa com direito a buffet e salão chique, será uma festinha em casa mesmo, porém preparada com todo amor e carinho.

Primeiramente o tema: Eu sempre fui apaixonada pelas princesas da Disney! Acho liiiiindo tudo relacionado a elas, então o tema do aniversário será este.

Gostei muito deste painel abaixo, vou procurar algo neste estilo para decorar a mesa do bolo e a parede, quero fazer algumas modificações, mas a base acredito que será essa.

Vou mudar a cor das bexigas, vão ser da cor da roupa das princesas, rosa, azul e amarela.

Pretendo fazer quase tudo à mão, primeiro porque barateia os custos e segundo porque faço do jeito que quero, quase nunca as encomendas saem como a gente deseja.
Vou personalizar os convites, a mesa de guloseimas, as forminhas de doces, quero alugar um telão para retrospectiva que irei montar, quero escolher à dedo as músicas que vão tocar (quero só de criança, afinal o foco da festa são elas!), enfim quero participar de todos os preparativos pra fazer uma festa única para a minha princesa.
Vou vestir ela de branca de neve! Vai ficar lindo porque ela tem o cabelo pretinho igual ao dela.

Conforme eu for preparando os detalhes venho aqui e posto como andam as coisas pra vocês ficarem sabendo de tudo. Neste momento estou decidindo tudo que terá a festa (o que será servido, o local, decoração) para depois partir para os orçamentos.

Enfim, estou muito empolgada com os preparativos e adoro ler os posts das mamys que também já estão preparando suas festinhas.

Bjus amores até mais com novas!!!
segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Série de posts sobre o diabetes: Como tudo começou (Parte 1)



Oi gente!

Há tempos tenho vontade de escrever mais sobre esse assunto. Afinal esse problema de saúde é meu companheiro diário há um tempo razoável (não lembro exatamente, mas são mais de cinco anos!).

Bom, vou criar alguns posts sobre esse assunto para quem sabe ajudar outras pessoas que tem dúvidas, pois percebo pelas estastísticas que muita gente encontra meu blog quando pesquisa no google sobre o tema diabetes e também suas consequências na gravidez.

Vou procurar ser breve em cada post para que o assunto não se torne muito cansativo.

Hoje vou falar como tudo começou na minha vida com o diabetes.

Eu estava na faculdade e fazendo estágio. Ritmo alucinante! Saía de casa cedinho (quase madrugada) para estagiar numa empresa que desenvolvia software. Lá eu era o próprio Severino (quebra-galho) fazia de tudo, dava suporte técnico pelo telefone, cuidava do hardware da empresa, vendia software, instalava novos clientes, dava treinamento e ainda desenvolvia novas funcionalidades no programa. Minha rotina era super estressante. Depois de um dia agitadíssimo de trabalho ainda tinha a faculdade que também sugava minhas forças até a última gota. Chegava em casa tarde (mais de meia noite) e com isso me alimentava mal demais.
Não tomava café da manhã pra poder dormir uns minutinhos a mais, almoçava qualquer coisa nos restaurantes perto do trabalho, não jantava (comia lanche na faculdade) e quando chegava em casa só queria tomar banho e dormir. E assim foi até que comecei sentir um cansaço devastador, peso nas pernas, sede excessiva, idas constantes ao banheiro (tipo de meia em meia hora), queda de cabelo intensa e emagrecimento apesar de sentir muita fome. Fui ao médico.

Ao relatar todos esses sintomas ele foi categórico: Muito provavelmente você tem diabetes, todos os sintomas apontam pra isso, mas para confirmar, vamos realizar alguns exames.
Os exames confirmaram a suspeita do médico, eu era diabética.
A revelação é assustadora, de uma hora pra outra você tem que mudar todos os seus hábitos de vida e alimentares se quiser sobreviver e ainda por cima, passar a tomar medicação várias vezes por dia todos os dias para o resto da vida!!! É uma bomba...

É difícil se adaptar, é difícil conviver com a nova realidade. Durante um tempo eu me recusei a aceitar, mas depois percebi que o melhor era aprender a conviver com essa novidade e procurar fazer tudo de maneira a conseguir controlar a doença e não deixar que ela me controlasse. Hoje convivo super bem com essa síndrome.

Bom, este post termina por aqui, na próxima vou explicar como ficou minha rotina com dieta e insulina diariamente.

Bjus queridas! Estamos bem, vou intercalar os posts com notícias nossas tbm!!!
sexta-feira, 15 de outubro de 2010

News

Cabelo que não acaba mais!!!
Oi gentchy tudo bem?

Estamos bem por aqui!

Dia 11/10 a Sarah completou 4 meses!!! Gente como passou rápido! E com isso findou-se minha licença maternidade. Aimewdeusdocéu!

Agora estou de férias, 30 dias e exatamente dia 11/11 devo voltar ao batente e deixar meu tesourinho. Esse assunto me deixa aflita demais, porque eu vejo que ela ainda não está preparada para essa separação, é muito novinha ainda. Ela ficará com a minha mãe em quem confio plenamente e sei que cuidará dela muito bem, mas a gente sabe que mãe faz falta né?

Eu trabalho hiper longe de casa, são duas horas pra ir e duas para voltar quando o trânsito está bom, quando não chove ou qualquer outro imprevisto. Saio às 19:00, então o mais cedo que chego em casa é as 21:00 se tudo corre muito bem no caminho de volta. Agora pensem comigo: totalmente impossível conciliar este horário com um bebê pequeno, vou chegar em casa e ela já estará dormindo e deixarei ela de manhã (7:00) dormindo, ou seja, não verei minha filha acordada durante semana?
Não dá! É um preço alto demais a pagar... Vou perder todo o desenvolvimento dela e sacrificá-la demais.
Portanto numa conversa com o maridón, decidimos que deixarei esse emprego e procurarei outro mais perto de casa e com um horário melhor, para que eu possa chegar mais cedo e ficar mais tempo com ela.
Hoje enviei um e-mail explicando essa situação e dizendo que gostaria que eles me demitissem. Espero que eles colaborem comigo, estou aguardando a resposta.

Além de procurar um emprego mais perto, estou pensando sériamente em trabalhar durante um tempo como freelancer, tenho em mente um projeto legal, assim que conseguir implementar algo, venho aqui e divulgo pra vocês. Se por acaso esse trabalho der muito certo, fico trabalhando assim em casa, pois é o cenário ideal, pois poderei acompanhar de perto o desenvolvimento da minha pequena.

Bom, vamos ver o que acontece nesses próximos dias com relação a esse assunto.

Mudando o foco da conversa agora...
Dia 13/10 a Sarah tomou as vacinas do 4º mês, gente como ela sofreu!!!
O local ficou inchado demais, vermelho e ela chorou horrores de dor. Ficou mega chata, só queria colo e foi um parto fórceps fazê-la dormir. Não teve febre, mas precisou de paracetamol para melhorar a dor.
Hoje acordou melhorzinha e já não deu tanto trabalho. Que dó da minha pequenininha.

Agora está mais adaptada às papinhas doces e sucos, portanto conforme orientação da pediatra, iniciei as papinhas salgadas no almoço. Já dei 3 vezes e ela aceitou razoávelmente bem, fez algumas caretas no início, mas hoje já comeu bem melhor.

Gente como ela está falante!!! De uns dias pra cá abriu o conversador!!! Fala o tempo todo e dá risadas lindas.
Está tentando pegar as coisas e come frenéticamente a mãozinha, coisa mais fofa da mãinnnnnn!

Agora falando um pouco da mamis.
Dona Monstruosa voltou, após 4 meses do parto ela veio com força total!!! Foi tanto sangue que parecia o pós-parto, sério, sem exagero, era sangue demais, somente o absorvente noturno dava conta e mesmo assim tinha que trocar toda hora. Mas pelo menos fiquei mais tranquila, estava com medo de ter ficado com algum problema depois do nascimento da Sarinha. Agora sei que tudo está de volta ao seu devido lugar.

Bom, por enquanto é isso, em breve volto com mais novas, agora vou tentar passar pelos bloguinhos!

Bjus!
domingo, 10 de outubro de 2010

Sarah e eu na revista ISTOÉ

Oi gente tudo bem?

Estamos bem por aqui e quem diria, ficando famosos rsrsrsrs!

Brincadeirinha...

Bom, o título do meu blog esclarece e todos sabem que sou diabética tipo I insulino-dependente, ou seja, não vivo sem aplicar insulina diversas vezes ao dia (sério, se ficar sem aplicar é óbito mesmo!). Meu organismo não produz uma gota de insulina e sem ela ninguém vive.

Quando descobri que tinha esse problema, tive muito medo de não poder engravidar, eu já era casada e isso me afligiu muito. Procurei médicos especialistas e alguns deles (que devem ter comprado seus diplomas!!!) me disseram que eu não poderia ter filhos. Porém, como sou hiper teimosa e curiosa, pesquisei muito sobre o assunto e descobri que tudo era uma questão de controle. Se eu me controlasse e me conhecesse bem, poderia ter uma gravidez normal como a de qualquer outra mãe. Bom, foi isso que fiz, me controlei bem e engravidei e hoje tenho meu tesouro precioso no colo, linda, perfeita e razão da minha vida.

Enfim, através do meu blog, uma repórter da revista ISTOÉ conheceu minha história, me contactou e me convidou a participar de uma entrevista sobre gravidez, ela me ligou, conversamos bastante pelo telefone e eu contei minha história a ela e no dia seguinte uma fotógrafa da revista veio na minha casa tirar uma foto minha e da Sarah.

Foi uma experiência muito legal e inesperada, mas que me deixou muito feliz, pois o blog está dando frutos, já recebi mensagens de muitas mães diabéticas e mantenho contato com algumas e sempre digo que nós podemos sim gerar filhos perfeitos, basta termos auto-controle e conhecimento a respeito do nosso corpo e da nossa síndrome.

Abaixo está o link da reportagem para quem quiser ler:
http://www.istoe.com.br/reportagens/paginar/105113_O+NASCIMENTO+DA+SAUDE+PARTE+1/2

Aqui estão algumas fotos que ganhamos de presente da fotógrafa Julia Moraes:


A entrevista foi publicada ontem e a revista fica nas bancas por uma semana! Foi muito legal, me senti útil a outras mães que tem o mesmo problema que eu.

A mensagem que deixo a todas que ainda não conseguiram é: NÃO DESISTAM NUNCA!!!
Nem quando alguém tentar ceifar seus sonhos, não desista, acredite em si, continue, pois é POSSÍVEL SIM!

Bjus amores e até a próxima!



Marcadores

síndrome de west (24) desenvolvimento (15) diabetes (6) gravidez (6) novidades (6) atualizações (5) desabafo (5) maternidade (5) atraso no desenvolvimento (4) book gestante (4) consulta pediatra (4) contagem regressiva (4) festa de um ano (4) gravidez e diabetes (4) segundo filho (4) Ano Novo (3) Apae (3) Dia das Mães (3) amamentação (3) chá de bebê (3) criança especial (3) fotografia (3) gripe (3) grávida (3) internação (3) mãe (3) sobre a mamãe (3) 21 semanas (2) 24 semanas de gestação (2) 4 anos (2) 4 meses (2) De Deus um anjo (2) Epilepsia (2) Novo layout (2) Obstetra (2) US morfológica (2) atualidades (2) cardiologista (2) controle glicemia (2) crise de epilepsia (2) demissão (2) escolinha (2) evoluções (2) fotolivro (2) grávida diabética (2) hipoglicemia (2) milagres (2) novo projeto (2) outros assuntos (2) primeira US (2) refluxo (2) selinho (2) sorriso (2) sorteio (2) tipos de parto (2) viagem (2) vivendo e aprendendo (2) volta ao trabalho (2) #protestomaterno (1) 1 ano (1) 11 dias (1) 11 meses (1) 12 dias (1) 12 semanas (1) 14 semanas de gestação (1) 17 semanas (1) 18 semanas (1) 19 semanas (1) 2 anos (1) 2 dias (1) 23 semanas (1) 28 semanas (1) 29 semanas de gravidez (1) 3 anos (1) 3 meses (1) 30 semanas gestação (1) 31 semanas de gestação (1) 33 semanas de gestação (1) 34 semanas (1) 35 semanas (1) 4 dias (1) 6 dias (1) 7 dias (1) 9 meses (1) 9 semanas gestação (1) Alta (1) Blogagem Coletiva (1) Constatações (1) Crianças Especiais (1) Deus (1) H1N1 vacina (1) News (1) O positivo (1) Onze meses (1) Relato de parto (1) Sarah (1) Saudades (1) Special Kids (1) Testado pela Mamãe (1) Theo (1) UTI Neo-natal (1) aborto (1) agradecimentos (1) alimentação (1) amor incondicional (1) assentos reservados (1) boas novas (1) caminhando (1) cesárea (1) cinco meses (1) como tudo começou (1) comprimidos hipoglicemiantes (1) concurso (1) convênio (1) crise gelástica (1) cólicas (1) data do parto (1) decisão sobre o parto (1) decoração (1) depressão (1) dia dos pais (1) diabetes tipo I (1) doencinhas infantis (1) dois meses (1) dor ciático (1) dor na perna esquerda (1) ecocardiograma (1) educação (1) entrevista de emprego (1) entrevista istoé (1) espasmos infantis (1) estresse (1) exames de sangue (1) expectativas (1) falando (1) felicidade (1) fraqueza (1) futuro (1) gentileza (1) gravidez em diabéticas (1) hemoglobina glicada (1) icterícia (1) infecção urinária. exame de toque (1) insulina (1) licença maternidade (1) livro da Sarah (1) luto (1) manifestações (1) medicação (1) milagre (1) nervo ciático (1) não é só por 20 centavos (1) papai Diego (1) papinhas (1) parto normal (1) polêmica da mãe vaca (1) pronto socorro (1) protestos em SP (1) protestos no Brasil (1) rapidinhas (1) refletindo (1) rotina (1) segundo trimestre gestação (1) selinhos (1) sensibilidade (1) sentimentos maternos (1) sexto sentido (1) suco (1) terceiro trimestre (1) tipos de diabetes (1) trabalho (1) ultrassom (1) ultrassom obstétrico (1) um ano (1) um mês (1) vacina (1) É amanhã (1)